A tecnologia na construção civil está tornando o mercado melhor ou pior?

Está sem tempo para ler? Aperte o play abaixo e ouça o artigo sobre tecnologia na construção civil em áudio!

 

 Com um mercado competitivo e clientes cada vez mais exigentes, tanto os profissionais quanto as empresas precisam se modernizar constantemente. Por isso, a tecnologia na construção civil fica mais popular a cada dia, possibilitando soluções para problemas frequentes do setor.

A construção civil é extremamente importante para o país. Além de ser indicadora da situação econômica, está diretamente relacionada ao Produto Interno Bruto (PIB), que indica como está o crescimento de determinado local. 

Devido a sua relação direta com a economia, o setor também sofre influência das crises econômicas. Mas é justamente nos momentos difíceis que funcionários e gestores precisam buscar soluções, como a tecnologia, para otimizar os serviços. 

Durante a pandemia da COVID-19, por exemplo, as organizações precisaram se adaptar à realidade do distanciamento social. Nesse momento a tecnologia e a mobilidade foram cruciais, permitindo a comunicação e também a execução de tarefas remotamente.

Assim, os profissionais passaram a enxergar esses recursos como uma oportunidade. Podendo alcançar possibilidades que até então não foram contempladas. O uso de novas tecnologias no setor possui grandes vantagens, mas também alguns desafios que devem ser levados em consideração.

Quer conhecer mais sobre o uso da tecnologia na construção civil? Então continue a leitura!

Como a tecnologia na construção civil influencia o desenvolvimento desse setor?

Antes de apresentarmos as vantagens, é importante entender como as inovações tecnológicas influenciam o setor da construção civil. 

O modo como construímos reflete os desejos, necessidades e preocupações de cada cultura e época. Por isso, é importante que a área de construção esteja sempre atualizada e alinhada com as tendências. Isso se dá por meio do uso de novos processos, ferramentas e materiais, permitindo uma maior produtividade com um menor custo.

São vários os exemplos do uso da tecnologia na construção civil. Podemos citar a utilização de pré-moldados ou de sistemas que facilitam os cálculos nos projetos. Tudo isso permitiu que a indústria se desenvolvesse, gerando edificações de maior qualidade e segurança, construídas em menos tempo.

Além disso, a tecnologia pode ser utilizada para a preservação do meio ambiente. A sustentabilidade caminha lado a lado com a inovação. Assim, com o crescimento acelerado das cidades, a tecnologia na construção civil pode ajudar a reduzir a quantidade de rejeitos gerados, além da energia, água e matéria prima consumidas. 

Para se ter uma ideia da importância dessa área na preservação do meio ambiente, o Conselho Internacional da Construção (CIB) estima que 40% a 75% dos recursos naturais do planeta são utilizados para o desempenho das atividades relacionadas à construção.Evolução da tecnologia na construção civil

Durante boa parte da história, a construção civil utilizou métodos e processos manuais e pouco eficientes. Mas, com o avanço e a democratização do uso da tecnologia, o setor vem se modernizando um pouco mais a cada ano.

Antes, as informações e projetos eram todos registrados em documentos físicos, no papel. Hoje, a maioria das empresas já utiliza softwares que funcionam através de computadores e dispositivos móveis, dispensando o uso de papelada.

Daqui para frente, a tendência é que esses recursos sejam regra e não exceção. Por isso, com a competitividade aumentando, as empresas que não se atualizarem estarão abrindo espaço para a concorrência. 

4 vantagens do uso da tecnologia na construção civil

São inúmeros os benefícios do uso da tecnologia na construção civil. Por isso, confira abaixo 4 das principais vantagens de adotar soluções tanto no escritório, quanto no canteiro de obras.

1. Aumento da produtividade

Podemos começar citando a produtividade, que aumenta bastante com o uso de processos inovadores. As máquinas conseguem produzir em larga escala e sem pausas, isso também impacta a qualidade da produção.

Para exemplificar a chegada da tecnologia nesse mercado, é possível falar das biomantas de fibra de coco. Elas foram desenvolvidas com a intenção de conter e revitalizar terrenos. A medida está alinhada com as demandas universais de crescimento sustentável.

Diversos produtos já estão sendo incorporados nas práticas diárias. Pernas mecânicas ajudam na pintura e dispensam os andaimes. Projetores de argamassa dispensam a colher de pedreiro ao disparar o material na quantidade certa.

2. Controle sobre a matéria prima

Uma outra vantagem no uso da tecnologia na construção civil é o controle sobre a matéria-prima. Isso porque soluções especializadas fazem o gerenciamento do estoque. Isso reduz a incidência de perdas, extravios e roubos e, consequentemente, evita compras desnecessárias de novos produtos. 

3. Facilidade no acesso à informação

Podemos citar também a facilidade do acesso à informação. Já que é possível que os dados circulem em tempo real pelo canteiro de obras e escritório, chegando a todos os trabalhadores. 

Assim, os problemas que antes demoravam a ser resolvidos tornam-se de conhecimento dos colaboradores envolvidos, evitando falhas de comunicação e resultando em rápido tempo de resposta.

4. Diferencial competitivo

O uso de softwares permite também que a construção civil atue com um conceito diferenciado, sem rabiscos e dados perdidos em papéis. Tudo é realizado em plataformas que operam de forma online e offline, possibilitando que os dados sejam atualizados constantemente. 

Esse fator contribui com a redução de perdas e aumento da produtividade, pois todos podem ter uma visão completa do andamento e dos detalhes de cada parte da obra, podendo intervir caso algo esteja saindo do ideal.

Isso contribui para aumento da qualidade final da obra, já que os gargalos são percebidos mais rapidamente e o trabalho torna-se padronizado, apoiado pelo uso do sistema.

Principais usos da tecnologia na construção civil

Hoje já é possível encontrar novas tecnologias para otimizar praticamente todas as etapas construtivas. Mas, abaixo listamos algumas das tendências desse setor:

Drones

Os drones, principalmente em obras de grande escala, são bastantes aproveitados para ajudar no controle das frentes construtivas. Além disso, as empresas vêm utilizando esse recurso na hora de vender os empreendimentos, já que eles possibilitam imagens aéreas e panorâmicas.

Realidade aumentada

Também na etapa de venda e publicidade, as organizações adotam a realidade aumentada para oferecer passeios virtuais aos imóveis em planta

Ainda, alguns profissionais utilizam essa tecnologia para visualizar o canteiro de maneira intuitiva e em tempo real. Dessa forma, é possível realizar vistorias e gerenciar a obra, mesmo que de forma remota. 

Sistemas móveis

O uso de softwares de mobilidade é mais um exemplo do uso da tecnologia na construção civil. Com eles, os profissionais podem utilizar dispositivos móveis para fazer registros, acessar informações, atualizar dados referentes à obra e muito mais.

A tecnologia apresenta desvantagens?

Há quem diga que com a prevalência da tecnologia nesse mercado, haverá cortes de pessoal, no entanto, isso não é realidade. 

O que realmente ocorre é que o mercado passa a exigir mão de obra mais qualificada e condições de trabalho mais seguras, satisfatórias e rentáveis.

Vale destacar que, a existência de mais máquinas e ferramentas significam também uma maior demanda por profissionais para operá-las

Outro fator que vale ressaltar é que a tecnologia na construção civil vem sendo aplicada para automatizar principalmente os processos repetitivos e manuais. Ou seja, os profissionais ainda vão ser necessários para realizar as tarefas lógicas e estratégicas, as tomadas de decisões e o gerenciamento de obras.

Afinal, a construtora deve investir em tecnologia?

Com uma maior produtividade nas construções, é possível obter mais lucro e, consequentemente, gerar mais postos de trabalho e impactos positivos para a economia.

Hoje o cenário é de mudanças e busca de soluções viáveis para os mais variados projetos de construção civil. As profundas transformações pelas quais esse mercado passa ainda não estão sendo compreendidas em sua amplitude. 

A mão de obra qualificada sempre exigida precisa acompanhar o ritmo da tecnologia para que não exista um descompasso entre os dois e consequentes prejuízos ao mercado. No entanto, as novas tecnologias abrem demais o escopo de possibilidades e não serão ignoradas nos próximos anos, trazendo diversificação e velocidade à área.

Por fim, a tecnologia na construção civil ainda é um assunto que merece muitos estudos, mas já se sabe que ela traz grande vantagens para o setor como: o aumento da produtividade dos colaboradores, maior controle e otimização de todos os processos no canteiro de obras, mais organização, segurança, qualidade e rentabilidade da empresa. 

É preciso ainda que o setor mude a sua maneira de pensar sobre o uso dos recursos disponíveis. Assim, os avanços tecnológicos para o mercado da construção civil serão cada vez mais utilizados. Com isso, é possível aumentar as possibilidades e reduzir os riscos de prejuízos.

Se interessou pelo assunto? Conhece mais alguma vantagem ou desvantagem que não citamos aqui? Compartilhe com a gente nos comentários e permita que todos conheçam os impactos da tecnologia na construção civil!

Ficar atento às novidades e saber o que está em alta é a melhor maneira de se manter atualizado. Por isso, conheça nosso material sobre as principais tendências para a engenharia civil.

2 Comentários


  1. A tecnologia na construção civil está tornando o mercado melhor ou pior?
    preciso do nome do altor deste texto acima para colocar em u m trabalho de faculdade de engenharia civil

    Responder

    1. Olá Geraldo,

      Agradeço pelo contato e interesse.
      Esclarecemos que todos os artigos deste blog são de autoria do Mobuss Construção.

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Acesse nossos materiais educativos sobre construção