3 dicas para fazer um bom recrutamento na indústria da construção

Segundo o IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas, a indústria da construção é um dos maiores geradores de empregos no país, e de acordo com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP), também é um dos poucos segmentos que apresenta uma taxa de crescimento positiva, na maioria dos anos, apesar da expectativa para 2015 ser de certa estagnação. E os analistas esperam que essa tendência se mantenha, já que a infraestrutura do Brasil se tornou um gargalo para o desenvolvimento da economia e os investimentos na área passaram a ser totalmente necessários.

Porém, a gestão de pessoas na indústria da construção civil, em especial a tarefa de recrutar e selecionar, é um desafio imenso para os profissionais de RH. O setor sofre com a alta rotatividade de seus trabalhadores, com a pressão por produtividade e baixos custos e, principalmente, com a falta de qualificação de sua mão de obra. Neste cenário, atrair e reter talentos também passa a ser um diferencial competitivo para qualquer empresa do ramo.

Muitos trabalhadores migram para a área justamente por causa da grande oferta de vagas, mas a maioria não tem qualquer especialização. Segundo recente pesquisa da EY (Ernst & Young), essa questão foi apontada por 78% das empresas citadas, como um fatores que limitam a produtividadedo setor. A taxa de profissionais com menos de um ano de experiência costuma superar a de todos os demais setores, o que costuma causar impactos negativos na qualidade e no ritmo do trabalho a ser realizado. Falhas na execução, desperdícios de material, falta de conhecimento técnico, pouco comprometimento, são alguns pontos que influenciam todo o processo, causando perdas e prejuízos.

Selecionar colaboradores com o perfil específico para cada função pode garantir maior rendimento da equipe, além de aumentar sua produtividade e reduzir despesas. Então, confira algumas dicas para contratar profissionais que venham agregar a equipe e a colaborar para o bom andamento do negócio!

Divulgue as vagas nos locais certos

Antes de publicar a vaga, é importante analisar e alinhar os canais de divulgação, ao perfil solicitado para a vaga. Se são cargos operacionais para a a indústria da construção civil, analise se vale a pena anunciar no LinkedIn ou em grupos técnicos. Atualmente, existem sites especializados em vagas operacionais e esses recursos podem ser muito úteis na busca por candidatos adequados.

O mesmo raciocínio vale para quando o profissional procurado for um engenheiro ou tecnólogo. Os canais de divulgação precisam ser avaliados para que a busca tenha sucesso. Também existem sites dedicados a profissionais técnicos, ou com qualificações específicas, além, claro, da sempre interessante parceria com universidades e escolas técnicas.

Envolva o mestre de obras nas entrevistas

Dependendo da estrutura de cada empresa, uma outra dica interessante é aproveitar a experiência do mestre de obras no processo seletivo também traz ótimos resultados. Como responsável pela equipe, ele deve participar da entrevista com os candidatos que poderão fazer parte do time. É sempre produtivo valorizar a opinião de quem lida diretamente com os trabalhadores e exatamente por isso, consegue auxiliar o departamento de RH a reconhecer características positivas e negativas dos concorrentes à vaga. Durante a entrevista, além da experiência e do conhecimento técnico, é útil fazer perguntas pessoais, como estado civil, filhos, moradia, cursos em andamento, expectativas para o futuro, tudo para compreender e compor o perfil daquele candidato. Também é importante questionar sobre as motivações para a saída do último emprego. Assim, fica mais fácil avaliar qual será o seu nível de comprometimento com a empresa.

Ofereça recompensas financeiras para boas indicações

Dê valor às indicações. Outra alternativa eficiente para buscar bons profissionais é investir em indicações internas. Várias empresas já adotaram esse mecanismo, pois, desta forma, todos os profissionais da empresa passam a trabalhar também como recrutadores, aumentando consideravelmente a chance de localizar colaboradores adequados à vaga.

Para isso, é importante criar um programa que recompense indicações. O processo de indicação acaba, de certa forma, gerando um maior envolvimento de ambos os colaboradores com a empresa e isso traz mais benefícios ao ambiente de trabalho.

Caso ainda haja alguma dúvida sobre o assunto de recrutamento na indústria da construção, ou você queira opinar sobre, deixe o seu comentário e participe da conversa.

1 comentário


  1. Ola. Eu aprecio o esforço colocado neste site e vai visitar aqui mais vezes.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *