ISO 56002: tudo o que você precisa saber sobre gestão da inovação para construção civil


Está sem tempo para ler? Aperte o play abaixo e ouça o artigo sobre a ISO 56002 em áudio!


Em um mercado competitivo e com rápidas transformações, as empresas de construção civil precisam saber se renovar constantemente. Para isso, devem conhecer e aplicar a norma ISO 56002, voltada para a gestão de inovação.

Hoje, saber modernizar é mais que apenas um diferencial para o negócio, mas um requisito para conseguir sucesso. De modo que, com a atualização, as obras ganham qualidade, produtividade e segurança. Assim, é possível entregá-las em prazos menores, com menos custos e maior margem de lucro.

Podemos dizer que a inovação em uma organização é a busca constante pela modernização dos processos. Isso significa obter melhores resultados, agir mais rápido e saber como atualizar seu modelo de negócio e o modo como os processos são realizados. 

Em muitos casos, o uso da tecnologia é a melhor alternativa para trazer inovação e otimização às tarefas do dia a dia de uma obra. Mas, para conseguir renovar, é preciso conhecer a ISO 56002 e suas diretrizes de implementação.

O que é a ISO 56002?

A ISO 56002, criada pela International Organization for Standardization (ISO), é uma norma de inovação reconhecida internacionalmente. Ela faz parte da família de normas ISO 56000, que estabelece definições, ferramentas, estruturas e metodologias para gestão da inovação.

Seu objetivo é definir diretrizes para a implementação de um sistema de gestão de inovação nas empresas. Por isso, a ISO 56002 estabelece que o sistema de gestão de inovação deve ser um conjunto de elementos inter-relacionados e interativos, que visem a geração de valor

Além da implementação, a norma também cria processos para a manutenção e melhoria contínua do sistema de gestão de inovação. Assim, a ISO 56002 é essencial para as empresas que desejam estabelecer uma cultura de inovação em seus processos.

Quais os benefícios da ISO 56002 para as empresas?

A própria ISO 56002 cita alguns benefícios potenciais da implementação de um sistema de gestão de inovação. Os primeiros são a melhora na capacidade de gerir incertezas e o aumento do crescimento, da receita, da rentabilidade e da competitividade da organização.

Além disso, a atualização pode trazer aumento da produtividade, maior eficiência nos recursos e redução de desperdícios e custos. Há também um maior potencial de sustentabilidade e resiliência perante o mercado.

A norma cita ainda a vantagem de proporcionar maior satisfação aos clientes e renovação sustentada do portfólio da empresa. A inovação gera também mais engajamento entre os colaboradores, dando maior poder de decisão na companhia. 

Somado a todos esses benefícios, implementar este tipo de sistema ainda pode ajudar a atrair mais clientes, parceiros, colaboradores e financiamentos. No fim, isso gera uma melhor reputação para a empresa, trazendo um diferencial no mercado da construção.

8 pilares da ISO 56002

Assim como em outras áreas da administração e gestão de projetos, na etapa de implementação de um sistema de inovação é preciso ter uma base de referência. Por isso, a ISO 56002 estabelece 8 pilares básicos:

1 – Direção estratégica

O primeiro pilar diz respeito às necessidades e objetivos que o negócio espera alcançar. Para garantir o sucesso, é preciso estabelecer uma política de inovação e criar indicadores que consigam acompanhar os resultados.

2 – Abordagem por processos

A ISO 56002 deixa claro que a atualização precisa ser aplicada em todos os setores do estabelecimento. Sendo assim, ela determina que é preciso definir cada processo interno e as responsabilidades de todos os colaboradores envolvidos.

3 – Geração de valor

O objetivo principal da inovação, para a ISO 56002 é a geração de valor. Desse modo, a empresa deve garantir que os resultados da implementação de um sistema de gestão de reforma sejam mensuráveis, seja no aumento dos lucros ou na redução de gastos.

4 – Liderança com foco no futuro

Esse pilar da norma estabelece a importância da liderança para os resultados que a companhia terá no futuro. Ou seja, os líderes são aqueles que promovem o engajamento dos colaboradores e tornam os resultados possíveis.

5 – Cultura adaptativa

O processo de implementação de um sistema de gestão de inovação deve passar por uma mudança da cultura adaptativa da organização. Isso significa que ela deve se preparar para as mudanças, superando as adversidades e aproveitando as oportunidades que aparecem.

6 – Gestão de incertezas

A ISO 56002 considera os riscos como possíveis oportunidades. Diante disso, diz que as empresas devem utilizar as incertezas para criar um plano de contenção de ameaças e uma gestão de ideias para as oportunidades.

7 – Resiliência e adaptação

Para conseguir vencer as adversidades e aproveitar as transformações e mudanças que surgem constantemente, a empresa precisa ser resiliente e se adaptar. O que nos leva a entender que ela deve persistir apesar das dificuldades e enxergar os problemas como oportunidades de inovação.

8 – Gestão de insights

Por último, a ISO 56002 sugere a criação de um funil com cinco fases

  • Identificação da hipótese; 
  • Criação de conceitos; 
  • Validação dos conceitos; 
  • Desenvolvimento da ideia;
  • Implementação da inovação. 

A partir disso podem ser analisados os indicadores para entender se vale a pena ou não investir em cada iniciativa.

Como implementar a ISO 56002 na empresa?

O primeiro passo para implementar o sistema de gestão de inovação da ISO 56002 é se adequar aos 8 pilares da norma. Assim, a empresa deve mudar sua cultura e o modo como ela lida com as mudanças, novidades e desafios, para que esteja de acordo com a norma. 

Estabelecer um grupo de colaboradores que serão responsáveis pela liderança e pela implementação do sistema é crucial. Com a empresa preparada e em conformidade com os requisitos da ISO 56002, é possível solicitar uma certificação.

O certificado pode ser obtido através de um atestado de conformidade, gerado após uma auditoria por uma empresa certificada. Mas vale ressaltar que, anualmente, as companhias certificadas com a ISO da inovação passam por uma auditoria de conformidade, para garantir a recertificação. 

A inovação é algo que pode e deve ser construído pelas organizações, com ajuda de normas como a ISO 56002. Adotando uma cultura inovadora, todos os projetos serão pensados, desde o início, com foco na inovação, garantindo mais produtividade, qualidade e lucros.

Agora que você já conhece a ISO 56002, continue acompanhando os posts no blog para conhecer outros artigos que vão ajudar na gestão estratégica da construtora. Leia também nosso ebook sobre legislação na construção civil e saiba tudo sobre as Normas Regulamentadoras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Acesse nossos materiais educativos sobre construção