Produtividade na construção: processos que otimizam o trabalho da sua equipe

Alta produtividade na construção aliada a custos mínimos são o sonho de todo gestor. Clientes cada vez mais exigentes com a qualidade e com prazos também faz com que a produtividade seja uma necessidade real e cada vez mais presente nas empresas. Para a  indústria da construção, otimizar a produtividade é indispensável para combater as dificuldades que o setor  pode vir a se deparar.

No caminho para um desempenho acima da média, os líderes têm atuação fundamental. É deles que devem partir as diretrizes e orientações para que a equipe desenvolva todo seu potencial e atinja a produtividade máxima. Quer saber como impactar positivamente o desempenho dos seus colaboradores e garantir o uso inteligente de recursos? Leia as nossas dicas e guie sua empresa para o sucesso!

 

1 – Realize um bom planejamento 

Uma gestão desorganizada pode ser a principal fonte de falta de produtividade na indústria da construção. Então, se você quiser assegurar aproveitamento máximo de recursos e evitar desperdícios, é importante ter um bom planejamento. Com isso, a obra poderá ser executada de maneira mais sistemática, priorizando os processos importantes, controlando os prazos e permitindo que o canteiro seja esquematizado para o trabalho fluir melhor.

Planejar é a etapa em que ocorre muito mais do que criar um cronograma de atividades. A troca de informações entre gestores, mestres de obras e operários também se faz fundamental para um desempenho produtivo, evitando atrasos e garantindo que não ocorram gargalos na hora de localizar falhas e entender os problemas.

Com um planejamento eficiente, os profissionais podem identificar as fases da obra que mais podem apresentar imprevistos. Assim, temos mais tempo para a tomada de decisões e a resolução dos problemas antes mesmo que ocorram. Isso aumenta a produtividade dos trabalhos, reduz os riscos de retrabalhos e evita que, no fim, a obra tenha sido executada de maneira incompatível com o projeto ou mesmo com baixa qualidade.

 

2 – Invista na logística e layout do canteiro de obras

Em obras grandes, ou até naquelas de médio porte, é inviável que os operários tenham que andar longos caminhos para buscar materiais. Por isso, o planejamento do layout do canteiro de obras é muito importante. Com ele, conseguimos minimizar o tempo e a distância entre as frentes executivas e o estoque dos materiais, equipamentos e estações de trabalho.

Quanto mais perto os profissionais estiverem dos recursos necessários para realizar suas atividades, maior a produtividade. Por isso, além de pensar em um layout funcional e que flua bem no início da obra, é crucial também pensar na logística dos locais. Assim, sempre que um novo serviço começa em outro local, como um novo andar, os estoques e centrais de trabalho podem ser movidos para otimizar a execução dos serviços.

 

3 – Dê a devida importância à produtividade para a construção 

Tempo é dinheiro, e por consequência quanto maior a produtividade, menor o tempo que uma obra levará para ficar pronta. Além disso, mais agilidade e assertividade na hora de executar os processos construtivos significa otimizar os recursos. Assim conseguimos, por exemplo, comprar os insumos com antecedência, fazendo sua utilização de maneira correta e evitando estragos, avarias e até inutilização por passar o prazo de validade

Com mais produtividade, a empresa consegue aumentar seus lucros, garantindo uma obra de maior qualidade, entregue em prazos menores, com menos desperdício em retrabalhos e perda de materiais. Por isso, é muito importante que os profissionais saibam as melhores técnicas, ferramentas e processos para conseguir aumentar a produtividade nas obras.

 

4 – Faça um controle de custos efetivo

Uma construção envolve uma grande gama de custos, desde os indiretos até os diretos. Alguns são mais simples de enxergar e fazer a gestão, como é o caso dos materiais de construção, mas existem também os gastos que não costumamos ver, como o tempo de ociosidade dos trabalhadores. Por isso, é preciso que o controle de custos seja embasado pelo apontamento das atividades, identificando o rendimento das equipes e o gasto com retrabalhos, locomoção pelo canteiro ou tempo desperdiçado. 

Trabalhe em conjunto com mestres e encarregados para garantir que nenhum custo desnecessário ocorra. Tenha controle em tempo real de seus histogramas de mão de obra e de equipamentos e acompanhe frequentemente todos os serviços contratados. Conscientize sua equipe para o uso racional de materiais e recursos e para a importância de executar os serviços de acordo com o procedimento exigido.

 

5 – Utilize a tecnologia a seu favor

A tecnologia faz parte do dia a dia corporativo e se tornou uma ferramenta essencial na busca pelo aumento da produtividade. Dispositivos móveis e softwares de gestão de obras estão cada vez mais presentes em empresas que prezam pela produtividade máxima. O acesso rápido e fácil aos dados proporcionado por este tipo de software oferece uma visão ampla das obras e facilita a tomada de decisões.

É interessante, ainda, pensar em soluções tecnológicas que tenham um sistema de apontamento. Dentre vários aspectos que fazem o apontamento ser uma ferramenta essencial dentro da obra, encontramos a análise de produtividade. Na verdade, um apontador bem treinado consegue medir mão de obra, equipamentos e o que cada um produziu ao final do dia.

Essas são informações valiosas quando se diz respeito à produtividade, afinal, a falta de indicadores ou imprecisão de dados faz com que não se saiba onde se está perdendo produtividade. Isso pode acarretar custos inesperados, entre outras surpresas durante a sua obra.

Por exemplo, não ter o número de colaboradores necessários para exercer todas as atividades previstas, tão pouco os equipamentos necessários. Assim como também o contrário disso, equipamentos parados e colaboradores a mais, mas não conseguir enxergar isso. Tudo isso implica em custos e redução na produtividade.

Os dispositivos móveis garantem flexibilidade e facilitam o trabalho de coleta, processamento, armazenagem e análise de dados. Eles também melhoram a comunicação com o cliente já que propiciam um atendimento personalizado a ele.  Além disso, a tecnologia auxilia na melhora da segurança no canteiro, no  fluxo de informações e potencializa a integração entre as diversas equipes da empresa.

Estes foram alguns processos que otimizam o seu trabalho, garantindo um bom desempenho e produtividade na construção. Gostou das dicas e quer expandir seus conhecimentos no assunto? Aprenda também como ter um controle eficaz dos custos com a produtividade da obra!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *