O que é e para que serve o SGQ?

O mercado tem se tornado mais competitivo a cada dia que passa, principalmente no setor da construção civil. Inovações tecnológicas, clientes mais exigentes e a abundância de empresas são alguns dos fatores que explicam essa alta na competitividade. Por isso, para que sua empresa tenha mais chances de sucesso, é preciso promover a melhoria contínua dos serviços e garantir a qualidade através do SGQ.

Uma obra envolve uma enorme quantidade de etapas e processos, alguns deles complexos e outros que ocorrem simultaneamente. Quando não há uma gestão adequada, as chances de surgimento de problemas são grandes. Muitas vezes acaba gerando atrasos, retrabalhos e custos desnecessários não previstos. Além disso, afeta diretamente e negativamente a qualidade final da construção.

Por isso, uma empresa que quer se manter competitiva e se destacar no mercado precisa ter seus processos bem definidos e garantir o controle da obra. Assim, é possível padronizar as tarefas, garantindo que os objetivos sejam cumpridos com a maior produtividade e qualidade possível. Para isso, as empresas precisam investir na implementação e otimização do controle e gestão de qualidade.

É nesse momento que surge a necessidade de adotar o SGQ, uma ferramenta crucial para garantir a qualidade dos serviços prestados. Quando corretamente aplicado, o SGQ permite a otimização de praticamente todas as etapas construtivas através de uma melhor padronização e controle. Assim, a empresa consegue crescer e se manter competitiva, garantindo a entrega da qualidade que o mercado exige.

O que é o SGQ e como ele funciona?

O Sistema de Gestão de Qualidade, conhecido pela sigla SGQ, é um conjunto de elementos interligados e integrados na organização a fim de atender a política de qualidade e objetivos da empresa

Na prática, ele funciona como uma ferramenta de gestão que permite o controle e o gerenciamento dos processos construtivos. Além disso, o sistema possibilita a verificação da eficácia da tomada de decisões.

O SGQ se baseia em sete princípios, definidos na ISO 9001:2015:

  • O primeiro é o foco nos clientes, buscando satisfazer as necessidades e exigências deles;
  • O segundo fala sobre a liderança, garantindo que as equipes sejam bem administradas;
  • Já o terceiro princípio é o engajamento das pessoas, trazendo a importância de todos os colaboradores para os resultados finais;
  • O quarto princípio fala sobre a abordagem de processos e sistemática para gestão, focando na identificação dos processos e a ligação entre todos eles;
  • No quinto princípio temos a melhoria, dando ênfase na busca pela melhoria contínua dos processos construtivos;
  • O sexto diz respeito à tomada de decisões, que deve ser sempre baseada em fatos; 
  • Já o sétimo e último trata da importância do bom relacionamento com os fornecedores.

Vale ressaltar que o SGQ foca não só nos processos, mas também em tudo que está envolvido, desde os profissionais, prestadores de serviços, fornecedores e até distribuidores. 

Assim, o sistema garante a busca pela melhoria contínua, além de otimizar a produtividade e a qualidade, reduzindo os custos e aumentando os lucros. Por isso, é crucial que as empresas implantem o SGQ em suas atividades.

A relação do SGQ com a ISO 9001

O SGQ se baseia na NBR ISO 9001, a norma de qualidade reconhecida internacionalmente e mais utilizada no mundo. É nela que estão estabelecidos os critérios para a implementação do sistema de forma a garantir a eficiência das ações a serem tomadas. A ISO estabelece etapas a serem realizadas desde o planejamento, o projeto do sistema até a implantação do SGQ.

A ISO 9001 faz parte da série ISO 9000 que apresenta um grupo de normas voltadas para a gestão da qualidade de negócios de diferentes setores. Estando em conformidade com os critérios e padrões de qualidade da norma, as empresas podem obter a certificação comprovando a implementação do SGQ em seus processos.

Vantagens da implementação do SGQ

Clareza nos processos

O primeiro benefício na adoção do SGQ é a identificação clara e objetiva dos processos construtivos que a empresa realiza. Assim, é possível identificar os principais gargalos e focar nas etapas que merecem mais atenção. Com isso, pode-se criar metas e objetivos para solucionar os problemas, ficando mais fácil otimizar a produtividade e a qualidade da obra no geral.

Redução dos custos

Com metas bem definidas e a padronização dos processos, a empresa consegue diminuir as chances de retrabalhos. Além disso, a partir da tomada de decisões baseada em dados é possível ter mais assertividade na solução de problemas, garantindo uma maior produtividade e qualidade. Assim, a empresa consegue diminuir os custos e por fim obter um maior lucro com suas obras.

Diferencial competitivo

Um dos requisitos para conseguir diversas certificações é a implementação do SGQ nos processos de uma empresa. Com as certificações, é possível se destacar no mercado, aumentando a credibilidade e a excelência da empresa perante seus consumidores. Isso cria não só um ambiente mais propício para a fidelização de clientes, mas também uma chance de captar ainda mais clientes, inclusive os mais exigentes.

Como implementar o SGQ?

A etapa de implantação do sistema de gestão de qualidade é crucial para garantir seu funcionamento eficiente no futuro. É importante envolver todos os setores e profissionais nessa tarefa, garantindo que todos saibam a importância da qualidade na construção civil e os motivos para implementar o SGQ. Assim, com a garantia do compromisso dos colaboradores, as etapas da implantação se tornam mais simples.

Além disso, se basear nas recomendações da ISO 9001 é fundamental. No início, a empresa deve analisar o estado atual da gestão de qualidade que já existe, isso se a empresa tiver esse tipo de gestão. 

É necessário também, definir os objetivos e metas que deverão ser alcançados com a implantação do SGQ. Vale lembrar que a empresa precisa garantir um bom acompanhamento do sistema, fazendo ajustes quando necessário.

Implementar o SGQ pode parecer uma tarefa complexa, mas com as informações certas e uma boa organização a empresa tem a possibilidade de fazer por conta própria. 

Entretanto, existem também empresas especializadas na implantação do sistema que podem auxiliar a tornar o processo mais simples. Para ajudar sua empresa na implementação do SGQ, confira 7 dicas para implantar um sistema de gestão de qualidade.

Agora você já sabe o que é o SGQ, sua relação com a ISO 9001 e como implantar o sistema na sua empresa. Mas se ficou alguma dúvida ou sugestão, comente aqui embaixo. E não esqueça de continuar acompanhando os posts no blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Acesse nossos materiais educativos sobre construção