8 principais indicadores de produtividade na construção civil

Em uma obra, praticamente todas as etapas estão interligadas, o início de uma depende do término da outra. Com isso, qualquer atraso em um serviço isolado pode afetar todo o cronograma e por fim o orçamento também será extrapolado. Por isso é importante monitorar os indicadores de produtividade na construção civil.

Mensurar questões como a qualidade dos serviços, o desempenho dos colaboradores e a produtividade das tarefas é crucial para garantir a melhoria contínua dos processos.

Utilizando essa metodologia você consegue comparar os resultados internos e com a concorrência, identificar gargalos e determinar soluções para otimizar os trabalhos.

Dessa forma, se torna essencial para avaliar o tempo e eficiência gastos em cada serviço. Mas existem diversas metodologias e ferramentas que auxiliam a mensurar a produtividade nos processos construtivos. Por isso, os profissionais precisam avaliar qual a melhor estratégia para cada caso.

Quer saber mais sobre os indicadores de produtividade na construção civil e como eles podem melhorar o desempenho seu e de toda sua equipe? Descubra agora!

O que é a produtividade na construção civil?

Na construção civil, o conceito de produtividade está diretamente relacionado com a capacidade de entregar a edificação dentro do cronograma

Mas, além disso, é preciso mensurar se os insumos utilizados durante as etapas fecham com a quantidade planejada. Assim, é possível saber não só o tempo despendido nas atividades, mas se não houve desperdícios.

Quanto menos tempo e menos recursos forem utilizados, maior será a produtividade. Já quando há desperdício de material em excesso ou atraso nas entregas, a rentabilidade da obra é afetada.

Entender a importância dos indicadores é essencial na hora de controlar os gastos e, com isso, aumentar os lucros da construtora

A qualidade do empreendimento também é diretamente afetada pela produtividade, atrasos e retrabalhos. Por isso, é preciso focar no apontamento da obra e em métricas de rentabilidade.

8 principais indicadores de produtividade na construção civil

Para saber como medir o desempenho nas obras com mais eficiência, veja 8 principais indicadores de produtividade na construção civil:

1. Relação entre atividades planejadas e concluídas

É preciso manter uma relação de todas as atividades que foram planejadas e se elas foram concluídas sem atrasos. 

Porém, esse processo deve ser feito com atenção e frequência, detalhando o máximo possível todos os serviços e motivos caso a construção saia do prazo, ou qualquer outro problema.

2. Número de inspeções

Um dos indicadores de produtividade na construção mais negligenciados é o número de inspeções na edificação

Mensurar os resultados dos serviços só é possível se os profissionais responsáveis manterem uma periodicidade nas fiscalizações. Cada atividade precisa de um acompanhamento diferente, mas o ideal é que seja feito semanalmente.

3. Materiais desperdiçados e com defeito

A produtividade não depende só do tempo gasto, mas também do uso eficiente dos materiais na realização dos serviços

Por isso, a medição de elementos desperdiçados e com defeito é um dos principais pontos a se considerar. Quanto mais efetiva for a utilização dos insumos, menores serão os gastos e atrasos.

4. Atrasos dos fornecedores

Assim como mensurar o desempenho dos colaboradores é importante para a obra, validar a operação dos fornecedores também é. 

Quando a entrega de um produto atrasa, a probabilidade é que o serviço que depende daquele material também sofra impactos no prazo. Por isso, medir a eficiência na entrega dos parceiros é essencial para o prosseguimento das obras.

5. Falhas e retrabalhos

Mensurar as falhas e retrabalhos é um dos processos mais comuns na construção civil. Com esse indicador, é possível saber das etapas mais críticas, onde ocorrem mais erros que prejudicam o andamento e a qualidade da obra. Assim, os gestores podem focar os esforços em otimizar as tarefas mais problemáticas.

6. Acidentes de trabalho

Outro fator que influencia na rentabilidade do canteiro são os acidentes de trabalho. Quanto mais trabalhadores são afastados, mais chances de quebra de prazos ocorrerem e gastos com contratações temporárias. 

7. Razão unitária de produção (RUP)

Uma métrica utilizada para medir a eficiência da mão de obra é o RUP. Ele relaciona o número de horas e homens gastos dividido pela quantidade de serviço realizado. Quanto menor o resultado for, maior a produtividade.

8. Consumo unitário de materiais (CUM)

O CUM permite quantificar o desperdício de materiais, seja por gasto excessivo, perda ou danos. Ele relaciona a quantidade de insumos utilizados pelo quanto de serviço que foi efetivamente realizado.

Dicas para melhorar a produtividade na construção civil

Além de conhecer quais os principais indicadores de produtividade na construção civil, os profissionais devem saber como otimizar o tempo e os insumos gastos. Por isso, confira abaixo 3 dicas para melhorar a produtividade:

Conheça muito bem o produto e os processos

Para conseguir utilizar os materiais sem desperdícios, é preciso conhecer suas especificações e as orientações dos fabricantes. Além disso, os processos construtivos devem ser bem detalhados, permitindo estimar com precisão o consumo de insumos de cada um.

Defina um planejamento

Para conhecer os processos, é necessário definir um planejamento. Quanto mais detalhado, mais fácil será fazer o acompanhamento dos serviços. Assim, os erros podem ser encontrados com eficiência e a fiscalização das atividades obtém maior produtividade.

Utilize a tecnologia a seu favor 

Atualmente existem diversas ferramentas tecnológicas, como softwares de gestão, que permitem criar e utilizar indicadores de produtividade na construção civil. 

Com auxílio da mobilidade, a etapa do acompanhamento e registro de dados sobre a rentabilidade se torna mais rápida e eficiente.

Investir nessa área traz diversos benefícios. Dessa forma, é possível agilizar as etapas, respeitando o cronograma. Além disso, com menos desperdícios e retrabalhos, é possível ser mais sustentável, cortar gastos e não extrapolar o orçamento.

Gostou do conteúdo? Para saber mais sobre como otimizar o desempenho na sua construção, melhorar a gestão no canteiro de obra com resultados assertivos, leia nosso: guia completo de produtividade!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Acesse nossos materiais educativos sobre construção