Como realizar a gestão de suprimentos na construção civil?


Está sem tempo para ler? Aperte o play abaixo e ouça o artigo sobre gestão de suprimentos na construção civil em áudio!

 

A qualidade e a produtividade de uma obra dependem diretamente da escolha e utilização correta dos materiais. A falta, extravio ou mesmo a má aplicação dos insumos pode gerar atrasos, retrabalhos e gastos fora do orçamento. Por isso, é importante que os profissionais saibam como fazer a gestão de suprimentos na construção civil.

Cada etapa construtiva tem seu cronograma bem definido. Assim, os equipamentos e matérias-primas necessários devem estar disponíveis no momento certo. Caso fiquem muito tempo armazenados há chances de extraviarem

Já se a compra for negligenciada ou a entrega atrasar, a etapa vai precisar ser adiada e todo o projeto acaba tendo seu prazo impactado.

O orçamento também pode ser comprometido caso haja perda ou atraso de ferramentas. Comprar equipamentos em cima da hora geralmente tem um custo mais elevado. Além disso, os gastos previstos no início geralmente não cobrem perdas de materiais e retrabalhos.

Por isso, fazer a sua administração é garantir que os elementos sejam comprados e utilizados na hora certa. Assim, a obra consegue ficar dentro do prazo e do orçamento, entregar a qualidade esperada e gerar menos resíduos. 

Quer saber mais sobre o assunto? Confira agora!

O que são suprimentos na construção civil?

De maneira geral, podemos dizer que todos os insumos utilizados nas etapas construtivas são suprimentos. E cada obra é única, com projetos, sistemas e escolhas arquitetônicas exclusivas para cada caso. Por isso, construções distintas necessitam de elementos diferentes, dentre eles diversos materiais e equipamentos. 

No Brasil, alguns são mais comuns e largamente utilizados nas construções. Veja exemplos:

  • Concreto usinado;
  • Argamassas de diferentes usos (reboco, assentamento, rejunte, etc);
  • Aço;
  • Blocos cerâmicos ou de concreto;
  • Revestimentos de cerâmica;
  • Materiais hidráulicos e elétricos;
  • Equipamentos de proteção individual;
  • Tratores, gruas, guindastes e elevadores.

Todos esses materiais têm utilizações distintas e em etapas diferentes na obra e na maioria das vezes eles não são comprados dos mesmos fornecedores. Suas formas de manuseio e armazenamento também são diferentes e requerem cuidados específicos para evitar extravios e perdas. 

Por isso, para realizar a gestão de suprimentos na construção civil é preciso conhecer todos os produtos e ferramentas envolvidos. Assim, os gestores do projeto podem tomar melhores decisões de compra, estoque e logística dos insumos. 

Qual a importância da gestão de suprimentos na construção civil?

O sucesso de uma edificação depende diretamente da decisão, utilização e manutenção das matérias-primas utilizadas. Vale lembrar que a quantidade de insumos envolvidos em apenas uma etapa construtiva costuma ser grande, aumentando as chances de erros e problemas na compra, armazenamento e utilização.

Assim, é necessário contar com um bom gerenciamento. Essa tarefa envolve desde o momento da compra até sua utilização correta no canteiro de obras. 

A importância dessa tarefa vai desde a redução de custos até o aumento da qualidade do projeto. Quanto mais eficiente for o controle, menores as chances de faltar ou sobrar insumos na hora da construção. 

Com menos custos, a organização consegue aumentar seus lucros com o empreendimento. Já com maior qualidade nos serviços pela compra de materiais melhores é possível aumentar a satisfação do cliente. Tudo isso traz mais chances de sucesso na entrega da obra e na realização de novas construções.

Outra vantagem da gestão de suprimentos na construção civil é gerar menos retrabalho. Assim, é possível reduzir os desperdícios e resíduos, diminuindo os gastos finais e evitando extrapolar o orçamento. 

Além disso, para evitar atrasos nas etapas construtivas é preciso garantir que os insumos estejam disponíveis no momento certo. Por isso, essa área é uma aliada na hora de manter o cronograma de obras em dia.

5 dicas para fazer a gestão de suprimentos na construção civil

Como vimos, a gestão de suprimentos na construção civil traz diversos benefícios. Para garantir que essa seja realizada de maneira eficiente, separamos 5 dicas que vão ajudar a sua empresa!

Mapeie e padronize os processos

O primeiro passo para implementar a gestão de materiais é garantir que todas as etapas sejam conhecidas e registradas. Assim, é possível ter noção de quais suprimentos serão necessários em cada etapa. Além disso, o ideal é padronizar os processos, para que a administração possa ser mais produtiva e assertiva.

Estipule as previsões de demanda

Sabendo quais insumos serão utilizados nos diferentes processos, é preciso estipular quando eles vão precisar estar disponíveis. Essa previsão permite que o responsável pelas compras marque a entrega com os fornecedores com antecedência, evitando atrasos e problemas. Ou até mesmo transferir um insumo de uma obra para outra. Isso também ajuda a planejar o estoque e logística.

Monitore os indicadores de desempenho

Para saber se a coordenadoria do projeto está alcançando os resultados esperados é importante monitorar os indicadores de desempenho. Alguns deles são o controle de equipamentos, os índices de perdas e extravios e o controle de estoque.

Os indicadores de controle permitem acompanhar a localização dos equipamentos e materiais, bem como questões de manutenção e validade. Já as métricas de perdas e o de extravios fazem a gestão de todos os insumos que não puderam ser utilizados e o que causou isso.

Assim, é possível saber quais etapas apresentam mais problemas, direcionando os esforços para a solução dos gargalos mais urgentes.

Mantenha a equipe engajada

Outra dica valiosa é garantir que os colaboradores entendam seus papéis e a importância da gestão de suprimentos. Assim, vale investir em treinamentos e na comunicação interna para que os serviços sejam realizados com eficiência e produtividade.

Utilize tecnologia

Não se esqueça também de  utilizar a tecnologia para melhorar a sua administração. Os softwares de logística de suprimentos, por exemplo, facilitam o controle dos insumos, automatizam processos, melhoram a integração das informações e a comunicação entre os profissionais. A mobilidade também ajuda a aumentar a produtividade dos envolvidos. 

Além de ajudar na coordenadoria, a tecnologia é uma aliada na hora de fazer o controle de segurança patrimonial. Com monitoramento remoto e meios que permitem a atualização do estoque em tempo real é possível evitar furtos e extravios. 

Agora que já vimos o que é e como melhorar a gestão de suprimentos na construção civil, conte para a gente nos comentários quais os maiores desafios que você e sua empresa enfrentam nessa etapa!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Acesse nossos materiais educativos sobre construção