Materiais de construção civil: saiba como fazer uma boa escolha!

Os materiais de construção civil são responsáveis por uma grande parte do custo da obra. Sua seleção é de grande importância para controlar o orçamento e também evitar problemas no futuro, após a entrega do projeto.

Economizar é importante, mas a redução do custo não pode ser acompanhada da perda de qualidade. A seleção dos materiais para a construção civil depende, no fim das contas, de vários fatores como sustentabilidade, durabilidade, segurança, economia, entre outros. As dicas a seguir mostram como você deve proceder para fazer as melhores escolhas:

Reaproveite alguns materiais de construção civil

O desperdício varia de acordo com o tipo de material de construção civil. Uma pesquisa mostra que a perda de revestimentos cerâmicos pode chegar a 22% em média. Além de pisos, outros materiais de revestimento como madeira e granito podem ser reaproveitados, são os famosos itens de demolição. Porém, a seleção tem que ser bastante criteriosa, já que podem ser danificados durante o processo.

Aproveite as vantagens dos materiais sustentáveis

A vantagem no uso de materiais sustentáveis vai além da imagem de construção ecologicamente correta. Alguns materiais têm custos menores que os convencionais e outros podem simplificar os processos de construção, como é o caso do tijolo ecológico.

Todo o ciclo de vida do material sustentável deve ser ambientalmente amigável, do processo ao descarte. Para garantir que o material selecionado seja de fato sustentável, o Conselho Brasileiro de Construção Sustentável (CBCS) definiu que o comprador deve verificar se a empresa:

  • Está formalmente constituída, por meio da validade do CNPJ.
  • Tem uma licença ambiental concedida por um órgão estadual.
  • Aparece em alguma lista de empresas que utilizam mão de obra infantil, escrava ou ilegal.
  • Está na lista do Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H) ou se segue as normas técnicas, em consulta com alguma Entidade Tecnológica Setorial (ETS).
  • Apresenta valores e compromissos além daqueles exigidos pela lei, para boas práticas ambientais.
  • Utiliza critérios consistentes para definir o que é produto “sustentável”.

Verifique a durabilidade do material

Os materiais de construção civil produzidos de acordo com normas técnicas podem ter sua durabilidade facilmente analisada com uma consulta às especificações do material.

Os materiais de alvenaria, como tijolos, blocos cerâmicos e blocos de concreto, têm suas dimensões e sua resistência à compressão padronizados. Esses dados definem as categorias de cada material e qual seu uso adequado.

Os pisos padronizados têm uma indicação do índice PEI (Porcelain Enamel Institute), que indica a resistência à abrasão do material. Cada nível desse índice, que varia de 1 a 5, determina quais tipos de uso são apropriados para aquele piso.

Atente para a necessidade de manutenção do material

Alguns materiais para a construção civil requerem manutenção ao longo de tempo de uso. A madeira, por exemplo, precisa de cuidados especiais para não ser atacada por cupins e não estragar com as mudanças climáticas. Se o projeto for feito com painéis de concreto pré-moldado, o material deve ser tratado primeiramente com impermeabilizantes.O mesmo acontece comas estruturas metálicas aparentes, elas devem ser feitas, preferencialmente, com metais resistentes à corrosão. Se não for escolhido um material deste tipo, deve ser feita a pintura da estrutura, renovada periodicamente.

Esses e outros cuidados devem ser realizados para garantir não apenas a durabilidade, mas a segurança do projeto e custos excessivos com assistência técnica.

Use materiais apropriados para cada estilo de obra

Levar em consideração fatores como: padrão da obra, topografia, clima da região, entre outros, pode ser um grande diferencial quando o assunto é comprar insumos. Exemplo disso é o isolamento térmico em edificações, cerca de 30% do valor do desempenho energético de um projeto é influenciado pelo tipo de material usado em seu invólucro. Os isolantes térmicos, como lã de vidro ou cortiça, devem ser usados de acordo com o clima de cada região, para melhorar o conforto térmico e ajudar a reduzir o consumo de energia, tornando a obra mais interessante para o cliente final.

Outro exemplo são as construções próximas ao mar precisam de materiais que resistam à corrosão devido à maresia. O aço comum não é resistente à corrosão e deve ser substituído pelo aço inox ou outro material em maçanetas, pias e torneiras. Para revestimentos, é recomendado o uso de pastilhas ou pedras no lugar da argamassa.

A escolha dos materiais para a construção civil depende do custo, da qualidade, de sua sustentabilidade, e da compatibilidade com as condições climáticas da região da construção. Cabe aos responsáveis analisar todas essas variáveis em conjunto e definir qual é o material mais apropriado em cada parte da obra.

Gostou de nossas dicas? Curta nossa página no Facebook e receba mais informações sobre a indústria e materiais de construção civil!

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *