Quais são as principais certificações ambientais que as construtoras precisam conhecer

Com a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, a ECO 92 ou Rio 92, alguns documentos sobre desenvolvimento sustentável foram gerados. A partir de então, também foram criadas novas e revisadas certificações ambientais e selos que atestam se uma construção ou empreendimento segue os preceitos de sustentabilidade.

Saiba como obter as principais certificações ambientais utilizadas no Brasil:

#Certificação LEED

A certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) foi criada pelo U.S. Green Building Council (USGBC). É um certificado de eficiência da construção que analisa a eficiência energética, hídrica e a redução dos gases do efeito estufa;

Essa certificação se baseia em um número de pontos dividido em quatro níveis: Certified, Silver, Gold and Platinum. E existem oito (8) tipologias de certificação:

  1. Novas construções e grandes reformas;
  2. Edifícios Existentes- Operação e Manutenção;
  3. Interiores comerciais;
  4. Envoltória e Estrutura Principal;
  5. Lojas de varejo;
  6. Escolas;
  7. Desenvolvimento de bairros;
  8. Hospitais.

Para conseguir a certificação você deve primeiro escolher a tipologia do projeto, depois deve registrá-lo pelo LEED Online e enviar os templates exigidos. Uma empresa auditora irá avaliar a documentação e, caso tudo esteja correto, receberá a certificação.

#Selo Procel Edificações

Este selo tem o objetivo de identificar as edificações que apresentam as melhores classificações de eficiência energética em uma das seguintes categorias: envoltória, iluminação e condicionamento de ar e aquecimento de água. O selo pode ser outorgado desde a etapa do projeto, válido até o final da obra, e também após o edifício construído.

Para conseguir o Selo Procel Edificações é necessário antes obter a Etiqueta PBE Edifica – classe A. Os selos são emitidos pela Eletrobrás após a inspeção por um Organismo acreditado. Existe uma lista no site do Procel Info.

#Certificação Aqua

A Certificação Aqua de construção sustentável foi desenvolvida em 2008 a partir da certificação francesa Démarche HQE (Haute Qualité Environnementale) e adaptada às necessidades brasileiras. Suas bases foram desenvolvidas considerando as normas técnicas e a regulamentação presentes no Brasil.

A certificação consiste na avaliação de 14 categorias, que são separadas em 3 perfis:

  1. Base (B): prática corrente ou regulamentar;
  2. Boas Práticas (BP): desempenhos de boas práticas;
  3. Melhores Práticas (MP): desempenho máximo nas operações de qualidade ambiental.

Recebe a certificação o empreendimento que atinge o perfil mínimo de:

  • 3 categorias no nível MELHORES PRÁTICAS;
  • 4 categorias no nível BOAS PRÁTICAS;
  • 7 categorias no nível BASE.    

#Selo Casa Azul

O Selo Casa Azul foi criado pela Caixa para a classificação dos projetos habitacionais financiados por ela. O selo tem o objetivo de incentivar o uso racional de recursos naturais e redução de custos de manutenção e despesas dos usuários nos empreendimentos habitacionais. É o primeiro sistema de classificação de sustentabilidade brasileiro, desenvolvido para a realidade do país.

São 53 critérios de avaliação, divididos em 6 categorias:

  1. Qualidade Urbana
  2. Projeto e Conforto
  3. Eficiência Energética
  4. Conservação de Recursos Materiais
  5. Gestão da Água
  6. Práticas Sociais

Para obter o selo, o empreendimento deve atender a 19 critérios obrigatórios. Caso atenda a outros critérios opcionais, o projeto ganha o selo nível bronze, prata ou ouro, de acordo com o número.

O que achou desses dados? Foi útil saber sobre as certificações ambientais direcionadas a construção existentes no Brasil? Então siga-nos em nossas redes sociais e continue por dentro das novidades que podem favorecer a sua construtora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *