O que espera o gestor de obras do futuro?

A saturação de profissionais no mercado da construção civil tem feito com que os especialistas exijam mais de si mesmos. É tudo uma questão do que você almeja, seus objetivos e ambições. Mas, de qualquer forma, o gestor de obras deve saber como se destacar.

Um estudo da USP mostrou que o número de engenheiros formados superou em 2,5 vezes a demanda prevista para o ano de 2020. De lá pra cá a situação não mudou e o crescimento no número de profissionais é expressivo. 

Já não é novidade a necessidade de pessoas cada vez mais capacitadas e conhecedoras das novas tecnologias disponíveis no mercado para melhorar o gerenciamento dos canteiros de obras

Afinal, saber trabalhar com inovação acelera a produtividade, melhora a qualidade e torna o profissional mais eficiente nas suas funções. Isso pode ser um diferencial na hora da contratação e até mesmo na fixação da remuneração. Dessa forma é importante estar atento às novidades do mercado.

Qual a função do gestor de obras?

O gestor de obras é o profissional responsável por garantir o bom andamento da construção. Ou seja, ele deve criar estratégias, fiscalizar e agir rapidamente. Assim, é possível evitar problemas e resolver situações inesperadas que podem afetar a entrega da obra. 

As maiores preocupações são garantir: 

  • O cumprimento dos prazos;
  • Os custos previstos no orçamento;
  • A qualidade esperada.

Para isso, o profissional deve saber criar estratégias de planejamento e liderar a equipe durante todas as fases dos serviços.

Quais ferramentas tecnológicas o gestor de obras precisa conhecer?

Para conseguir se destacar no mercado da construção civil o gestor de obras precisa conhecer algumas ferramentas tecnológicas

Com elas, é possível otimizar toda a administração, aumentando a produtividade e a qualidade. Por isso, confira abaixo 5 dessas ferramentas:

Cloud Computing

Esta tecnologia vem revolucionando a construção civil. O conceito de Cloud Computing é disponibilizar sistemas via internet sem que estejam fisicamente instalados em uma máquina. O sistema tem como aspecto positivo sua portabilidade, facilitando o dia a dia de equipes que trabalham de diferentes lugares.

Tecnologia BIM 

Adotada para a elaboração de projetos e coordenação, a tecnologia BIM – Building Modeling Information – significa, em português Modelagem de Informação da Construção. Tem como finalidade orientar a programação fina da obra, como as tarefas a serem realizadas.

Com esta ferramenta, também é possível ver como será a instalação do material, do início até o término da construção. Assim, ficará mais fácil enfrentar os desafios que surgirão no decorrer da execução.

Mobilidade 

A utilização de soluções móveis, como smartphones e tablets é fundamental para quem pretende ser um gestor no futuro. Com a utilização destas ferramentas, é possível ter uma melhor administração da obra e fazer as tomadas de decisões mais rápidas e de qualquer lugar. 

Os benefícios de utilizar tecnologias móveis são muitos. Entre eles estão: melhorias do processo de qualidade, redução de perdas e retrabalhos na construção e precisão nas análises de custos gerais do planejamento.

Tecnologia MCO 

Este sistema possibilita que o profissional tenha uma visão completa a longo prazo, obtendo maior organização nas áreas produtivas do projeto. No uso desta ferramenta, o colaborador obterá algumas competências de grande importância e que o diferenciarão do concorrente. 

As principais das habilidades são: lançamento de incorporação conforme as normas ABNT; cadastros de tipologias de empreendimento; gestão de projetos e orçamentos; planejamento, acompanhamento e execução; curva ABC de insumos, serviços e ferramentas utilizadas; alocação de maquinários; controle de matérias por composição de execução: insumo, ferramentas, patrimônio e serviços (padrão TCPO).

Software de construção civil

Os softwares de construção civil são soluções pensadas especificamente para otimizar os processos e resolver problemas do setor. É o caso do Mobuss Construção, um software de gestão de obras que reúne tudo que uma empresa precisa para gerenciar as construções.

Com auxílio da mobilidade, a ferramenta permite fazer a gestão de obras de qualquer lugar e a qualquer hora. São vários módulos integrados e especializados nas diferentes etapas construtivas. Dessa forma é possível otimizar a etapa de coleta, registro e acesso às informações desde o projeto até o pós-obra.

O objetivo principal da solução é agilizar e reduzir os custos do gerenciamento dos empreendimentos, gerando maior rentabilidade para as construtoras. Com a adoção do software, é possível aumentar a produtividade, melhorar a qualidade, reduzir os gastos e respeitar os prazos.

Quais habilidades são importantes para o gestor de obras?

Além de contar com boas metodologias e ferramentas tecnológicas, é importante que o especialista tenha algumas habilidades para obter sucesso. Ser organizado, proativo e comunicativo são as mais básicas delas. Mas é preciso também ter uma capacidade analítica e visão sistêmica, garantindo uma compreensão dos processos em geral.

Outra característica crucial é saber liderar, já que o profissional vai comandar as equipes. Além disso, nos dias atuais é cada vez mais importante que os profissionais tenham a mente aberta e saibam aceitar as mudanças. Por isso, o gestor de obras deve focar no aprendizado contínuo.

Para isso, é preciso adquirir novos conhecimentos e ir além do que foi ensinado na graduação. Busque sempre saber sobre as novas tecnologias, como o 5G, e tendências de softwares da área. 

No futuro, o gestor de obras deve ser um profissional flexível em todos os âmbitos, buscando o crescimento pessoal e profissional. Aprenda novas línguas e invista nas suas habilidades de liderança, pois as oportunidades aparecem e deve-se estar preparado para elas.

Vale ressaltar que todo projeto é diferente e único. Todo profissional do setor precisa se reinventar constantemente e se manter atualizado. Para conhecer os termos e as novidades no mercado da construção civil continue acompanhando nossos posts no blog!

Saiba, também, quais as tendências para engenharia civil em 2022 em nosso ebook.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Acesse nossos materiais educativos sobre construção