Passo a passo para realizar uma vistoria de obra com tecnologia

Procedimento essencial da construção civil, a vistoria de obra é uma medida que abrange diversos aspectos. Essa ação oferece inúmeras vantagens e beneficia todos os envolvidos: desde a construtora até os órgãos regulamentadores, dos profissionais aos clientes.

É um controle de qualidade que evita os acidentes, previne os atrasos, certifica adequação a normas e leis, reduz os gastos, economiza o tempo e garante uma entrega superior.

Mas a digitalização e automatização de processos mudou a forma como a vistoria de obra é realizada. Com a Transformação Digital do mercado, a tecnologia vem sendo uma grande aliada dos profissionais da construção civil.

Confira, a seguir, o que é vistoria de obras e um passo a passo completo para aprimorar essa etapa na sua construtora.

O que é vistoria de obras?

A vistoria de obras é um processo de caráter preventivo no qual é checada a conformidade, segurança e qualidade dos elementos construtivos ou da obra como um todo. 

É importante ressaltar que a vistoria se preocupa com a averiguação das condições, mas não com as eventuais causas do problema. O objetivo final dessa tarefa é gerar um documento detalhando a situação dos elementos analisados.

Além das vistorias realizadas periodicamente durante a execução da edificação, existem outros dois tipos de vistorias de obras:

  • A vistoria cautelar é realizada antes do início da construção, buscando avaliar a situação das edificações no entorno do local da obra; 
  • Já a vistoria antecipada é realizada antes da entrega das chaves, buscando detalhar as condições nas quais o imóvel está sendo entregue para o cliente.

Por que fazer vistoria de obras?

A vistoria de obra é importante pois funciona como um diagnóstico preciso na prevenção de erros de projeto ou de execução, auxiliando no gerenciamento de obras

No caso da vistoria cautelar, a construtora consegue definir as melhores soluções para não prejudicar as edificações vizinhas. Além disso, a vistoria serve para resguardar o direito de todos no caso de algum problema acontecer após o início da construção.

Já com a vistoria antecipada, é possível identificar desconformidades antes da entrega final, permitindo uma correção dos problemas. Além disso, tanto a construtora quanto o cliente conseguem ter mais segurança de que aquilo que foi firmado em contrato está sendo realmente entregue.

O processo de vistoria deve abranger todas as etapas da construção: planejamento, execução, verificação, correção e entrega. 

De acordo com o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA), essa ação compreende a bens móveis e imóveis, assim como as “suas partes integrantes e pertences, máquinas e instalações industriais, obras e serviços de utilidade pública, recursos naturais, bens e direitos”.

É uma inspeção extremamente importante para as construtoras por uma série de motivos: tem caráter preventivo, atesta a qualidade dos serviços e verifica se a obra está em conformidade com leis e regulamentações.

Qual profissional é responsável pela vistoria?

Como a vistoria é uma etapa que demanda um conhecimento técnico elevado, ela deve ser realizada por profissionais habilitados, como engenheiros civis e arquitetos, ou por uma empresa especializada. 

É importante destacar que os profissionais devem estar devidamente registrados no CREA, no caso de engenheiros, ou no CAU, no caso dos arquitetos. 

Outro ponto crucial é que a vistoria deve sempre ser realizada por profissionais ou empresas que não tenham vínculo com a construtora, nem com os clientes ou vizinhos.

Assim, é possível garantir que o laudo de vistoria seja o mais imparcial possível, atestando as reais condições dos elementos.

Quais os principais pontos a serem vistoriados em uma obra?

Sistemas hidráulicos

Referente às canalizações, escoamentos e vazamentos. A vistoria de obra na parte hidráulica compreende, principalmente, as áreas de cozinha, banheiro, lavabo e de serviço.

Requer a análise de pias, boxes, torneiras, ralos, válvulas de descarga, chuveiros, registros, piscinas, grelhas, tubulações, canalização de esgoto e demais pontos de vazão de água.

Sistemas elétricos

Referente às instalações elétricas do empreendimento. Verifica o funcionamento de lâmpadas, interruptores e tomadas, campainha, qualidade da fiação, quantidade de pontos de energia nos cômodos, padronizações e interruptores paralelos são verificados.

Estruturas

Etapa referente à estruturação do imóvel. Isso sugere portas, janelas, fechaduras, trancas, pisos e revestimentos, contrapisos, rodapés, altura e metragem dos cômodos, textura e cor das paredes. 

Além disso, é verificado o assentamento de placas e azulejos, rejuntamento, vedação, pinturas, forros, gessos, posicionamento das vagas de garagem, rachaduras, deslocamentos e infiltrações.

Como elaborar um laudo de vistoria de obra?

Como vimos, o objetivo final de uma vistoria é gerar um documento detalhando as condições dos elementos analisados. Esse documento é chamado de laudo de vistoria de obra, exigido por lei no caso da vistoria antecipada e opcional na vistoria cautelar. 

O laudo deve ser elaborado e emitido pelo profissional habilitado responsável pela etapa de vistoria. Nele o profissional deve descrever todos os elementos construtivos que foram analisados e destacar possíveis vícios aparentes ou ocultos encontrados

Para isso, ele deve conhecer o projeto e o contrato firmado, se atentando para quaisquer desconformidades. O perito avalia ainda se todas as normas e legislações foram respeitadas e se a edificação é segura para ser utilizada.

O procedimento em si é uma avaliação visual, onde o profissional vai analisar se está tudo em ordem. Aqui entra a importância da limpeza pós obra, já que não pode haver nada que atrapalhe a inspeção visual na vistoria. 

Como utilizar a tecnologia durante a vistoria de obra

A realização da vistoria de obra é indispensável para a construção civil por minimizar riscos e estabelecer metas, traçando formas de alcançar e ter sucesso no que foi proposto pela etapa de planejamento. 

Com o auxílio das tecnologias móveis, é possível acompanhar e conseguir resultados ainda mais eficazes em todas as atividades da obra.

Por ser um conceito detalhado de todos os elementos, a vistoria de obra desempenha um papel fundamental. Assim, quanto mais precisas forem as informações capturadas no local, maior será o relatório de inspeção.

Neste caso, a tecnologia surge como uma oportunidade abrangente, rápida e confiável de realizar o trabalho. Veja como:

Controle por imagens

O registro fotográfico, é uma poderosa ferramenta durante a vistoria de obras. Além de enriquecer o laudo, contribui com uma visão real dos fatos constatados, eliminando falhas de comunicação ou interpretação dos registros escritos. 

O uso de uma solução digital permite que as imagens sejam disponibilizadas ao responsável em tempo real, agilizando assim as correções e alterações necessárias.

Segurança de dados

Na execução de cada etapa, devem ser coletados dados que serão usados posteriormente para a verificação do processo. 

Lembre-se de que detalhes são importantes e é necessário prestar atenção no momento da vistoria de obra. Por isso, use um software de mobilidade e armazene todas as informações coletadas, para que não haja o risco de perda.

Comunicação facilitada

Os softwares especializados também estabelecem um canal de comunicação transparente com o proprietário do empreendimento, o qual pode visualizar os relatórios de entrega e as planilhas de análise, bem como acompanhar, periodicamente, o andamento geral da obra.

Verificação em tempo real

Além de comparar os resultados alcançados com o que foi planejado, com todos os dados juntos em relatórios, o gestor de obras identifica problemas mais rapidamente. Logo, uma ferramenta de gestão fornece gráficos e comparativos que facilitam a identificação de erros.

Formulários e agendamentos

As tecnologias móveis também auxiliam no agendamento da vistoria de obra, inspeção e reinspeção. Inclusive, geram formulários para controlar possíveis não conformidades e desenvolvem um checklist das fases de entrega.

Ao final da obra, os responsáveis precisam revisar os detalhes visuais, fazer as inspeções, preencher os formulários e agendar uma vistoria junto com o seu cliente. Tudo isso também pode ser feito com o auxílio de tecnologias móveis.

Dessa forma, é possível cumprir prazos, manter a rentabilidade da construção e promover a imagem de credibilidade e inovação da construtora.

Tecnologias como o Mobuss Construção oferecem amplas vantagens para construtoras que buscam por qualidade, agilidade, redução dos custos e confiabilidade nestes processos. Conheça mais, aqui.

Agora você já sabe o que é a vistoria de obra e como a tecnologia pode ajudar a otimizar essa etapa. Mas se você precisar de mais informações, leia nosso material: O guia da vistoria de obras para construtoras

Se ficou alguma dúvida ou sugestão, comente aqui embaixo, e não esqueça de continuar acompanhando os posts no blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acesse nossos materiais educativos sobre construção