Como a redução do uso de papel no canteiro de obras contribui com a preservação do meio ambiente

Parece pouco, mas pequenas atitudes fazem grande diferença. Você já parou para pensar na quantidade de papel usada em uma construção? E no impacto que isso causa ao planeta? Nesse contexto é que soluções como o Mobuss Construção contribuem, eliminando o uso de papéis do canteiro de obras e organizando melhor as informações com a tecnologia móvel.

O impacto do uso do papel para o meio ambiente

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, o desperdício total anual com papel no Brasil chega a 200 milhões de folhas. Isso equivale a 400 mil resmas, quase 20 mil árvores e um custo aproximado de R$ 4 milhões.

Uma resma de papel consome 3,5 kg de gás carbônico (CO²), o que significa que no país o desperdício anual de CO² chega a 1.400 toneladas. Importante ressaltar também que a produção de uma resma de papel consome de 50 a 60 eucaliptos, 100 mil litros de água e 5 mil Kw/h de energia (Fonte: http://goo.gl/Idfuzb).

Contudo, não somos os mais gastadores de papel. O Brasil detém um consumo per capita de papel de 44,6 kg/hab, contra 265, p kg/hab nos Estados Unidos, estando abaixo da média mundial, de acordo com o Relatório Perspectivas do Intestimento 2010-2013 – Papel e Celulose, do BNDES.

Todos estes dados devem ser considerados na gestão do escritório de engenharia e do canteiro de obras, tendo em mente que a redução do uso do papel e sua substituição pela tecnologia, além de representar redução de custos, otimiza o acesso e o manejo das informações.

E quando o papel é inevitável?

Quando o uso do papel é imprescindível, é válido não só lembrarmos, mas também aplicarmos algumas dicas que contribuem para reduzir o impacto ambiental na obra e no escritório como:

  • Pensar duas vezes antes de imprimir;
  • Imprimir nos dois lados da folha;
  • Utilizar papel antigo para rascunho;
  • Reciclar o papel usado.

O presente aponta para um futuro sem papel

O esgotamento dos recursos naturais é um dos motivos que podem levar o mundo à redução drástica do uso do papel. E não é preciso muito esforço para perceber que esta tendência encontra apoio em fatos do presente. A substituição do voto de papel pelo voto eletrônico, o uso massivo do e-mail no lugar da correspondência tradicional impressa, a crescente edição de livros, revistas e jornais em formato eletrônico (e-books), a simplificação da documentação das relações trabalhistas com o E-social são alguns exemplos do que o futuro nos reserva.

Sua empresa pode seguir esta tendência, contribuindo para o meio ambiente, salvando árvores, água e energia, reduzindo custos, incrementando indicadores e tornando as informações acessíveis em tempo real com o uso da solução Mobuss Construção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *