Por que um software de gestão de obras é importante para engenheiros?

Para compreendermos um pouco mais sobre o cenário atual que a indústria da construção está passando, além da importância na atenção à melhoria dos processos precisamos observar um pouco o passado. O setor passou por um grande processo de expansão nas últimas décadas, incrementado pela adoção de novas metodologias construtivas e uso de diversas ferramentas tecnológicas no canteiro, como por exemplo, os softwares de gestão de obras.

Segundo estudo elaborado pelo Sinduscon-MG, o setor cresceu aproximadamente 74% nos últimos 20 anos. Essa é uma taxa notável, especialmente se comparada ao nível de crescimento de outros setores que também são representativos para a economia nacional.

Para efeito de comparação, o setor agropecuário brasileiro, que também apresentou  evoluções constantes, teve uma taxa de crescimento em torno de 3,6 % nos últimos 19 anos, segundo dados do Ministério da Agricultura.

Em resumo: o segmento da construção teve uma ascensão significativa na história do país por um longo tempo. É bem verdade que o setor está atualmente passando por um quadro de retração, em função da crise da economia brasileira, porém é importante ressaltar que essa má fase é passageira, principalmente pelo fato de que o setor da construção ser um grande responsável pela movimentação da infraestrutura e da economia do país.

É importante ressaltar que os avanços tecnológicos e científicos incorporados à este tipo de atividade constituem uma herança permanente que, de fato, transformou, e ainda está transformando, as rotinas dentro dos canteiros de obras espalhados por todo o Brasil.

Alavancado por essa componente tecnológica, diversos instrumentos e ferramentas vêm sendo incorporados ao cotidiano das obras. O software de gestão é um desses exemplos. E é justamente sobre esse tema que falaremos no artigo de hoje.

Listamos alguns dos principais motivos pelos quais o software de gestão de obras tem se tornado uma ferramenta quase indispensável para as atividades de monitoramento e acompanhamento exercidas pelo engenheiro. Isso tudo para esclarecer como esse tipo de tecnologia tem cada vez mais ganhado espaço no mercado, melhorado os níveis de produtividade e elevado a qualidade dos serviços executados. Confira!

1. Possibilita equidade na distribuição de tarefas

Um dos grandes desafios para o engenheiro é lidar com o fator humano. Um bom gerente de obras precisa ter o senso crítico apurado para distribuir adequadamente a carga de trabalho operacional entre os seus colaboradores, a fim de evitar sobrecarga de trabalho de um lado e improdutividade de outro.

Esse é um dos pontos fortes do software de gestão de obras. Esse tipo de ferramenta permite ao engenheiro um acompanhamento praticamente instantâneo sobre as atividades em execução e sobre as distribuição das equipes nas frentes de trabalho.

Com isso, detectar problemas na divisão dos trabalhos ou desvios de ritmo tornam-se mais fácil, possibilitando ao engenheiro dinamismo para redistribuir e reorganizar as equipes, visando o perfeito andamento dos serviços em execução.

2. Organização no gerenciamento do projeto

Um projeto bem executado é essencial para uma obra de qualidade. Mas não é tudo. A execução dos serviços em campo, e que atendem às especificações previstas em projeto, é que assegura a qualidade final da obra.

Como assegurar, então, que as especificações do projeto serão obedecidas durante a execução? A resposta para essa pergunta está no adequado gerenciamento, e o software de gestão de obras auxilia no alcance deste objetivo.

Quaisquer desvios em relação a prazos para execução de um determinado serviço, por exemplo, são rapidamente detectados através do  software e o impacto sobre o orçamento também é controlado.

Além disso, a centralização dos dados e informações sobre o projeto e a   facilidade de acesso possibilita a interface para o perfeito gerenciamento de obras.

software de gestão de obras

3. Monitoramento da qualidade dos fornecedores

Embora a interação entre os engenheiros de campo e o setor de compras seja fundamental, muitas vezes essa relação não é tão estreita assim.

A sinergia entre essas duas equipes impacta diretamente nas atividades relacionadas com os fornecedores da empresa, daí a necessidade de assegurar o fluxo de informação entre os setores: garantir que dados sobre produtividade, contratações, qualidade do serviço e dos produtos e solicitações serão adequadamente monitoradas, possibilitando o adequado gerenciamento de fornecedores.

 

Mais uma versatilidade do software de gestão de obras: possibilitar o controle de todo o processo produtivo, de forma que as equipes tenham acesso aos dados atualizados das mais diversas áreas, otimizando a comunicação no canteiro.

4. Fundamenta o processo de tomada de decisão

O processo decisório em um canteiro de obras requer agilidade e precisão. A autorização para o início dos serviços de concretagem de uma laje, por exemplo, não pode ser indefinidamente adiada, sob pena de comprometer a resistência final da peça concretada e da matéria-prima, envolvendo, portanto, um elevado grau de risco e responsabilidade.

Retardar a tomada de decisão no canteiro pode ocasionar efeitos negativos de toda ordem, com repercussões nos custos envolvidos, no fluxo de caixa e até com relação à imagem da empresa perante os seus clientes.

Ocorre que o número de informações as quais o engenheiro precisa estar a par antes de tomar uma atitude é enorme. Mais um ponto a favor do software de gestão de obras.

Esse tipo de ferramenta permite que o gerente de obras acesse, a qualquer momento, uma infinidade de dados sobre a obra em execução. Isso traz rapidez e segurança ao processo de tomada de decisão.

Além do mais, o software de gestão de obras possibilita o estabelecimento de indicadores de desempenho, que facilita ainda mais processo de tomada de decisão  no canteiro.

5. Fomenta a cultura de segurança no canteiro

Um outro ponto favorável do uso de software de gestão de obras por engenheiros é o auxílio à segurança nos canteiros. Esse tipo de ferramenta promove a proatividade no que  diz respeito à questões de segurança, através do monitoramento efetivo sobre o controle de documentações, agendamento de capacitações e treinamentos, dentre outros.

Essas são apenas algumas das funcionalidades do software de gestão de obras. A experiência tem demonstrado que uso de tecnologia no canteiro tem deixado de ser uma utopia, tornando-se um item indispensável para uma gestão de qualidade , notadamente para empresas que se preocupam com o padrão de excelência e qualidade na prestação de serviços.

Sua empresa já usa algum tipo de software de gestão de obras? Tem algum exemplo prático de como esse tipo de ferramenta deu suporte à tomada de decisão no canteiro de obras? Compartilhe conosco a sua experiência, deixando um comentário. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *