Tecnologia na Construção Civil: como acompanhar a transformação do mercado?

A transformação do mercado de trabalho trouxe  a digitalização e a necessidade de adoção de tecnologias na construção civil. Uma demanda que cresce tanto pela necessidade de estar a frente da concorrência, como também para atender aos consumidores, que estão se tornando cada vez mais rigorosos. 

Neste cenário, os softwares e ferramentas digitais precisam atualizar-se constantemente. Além de atender as necessidades dos clientes no momento, é necessário antever possíveis demandas futuras. 

Para isso, é preciso pesquisar e acompanhar a forma como o mercado está se movimentando, e antecipar possíveis necessidades. Afinal, as ferramentas digitais visam facilitar a rotina dos usuários e trazer soluções que otimizem seus trabalhos.

Tecnologia na construção civil e as novas formas de trabalhar

O preenchimento de campos por voz, por exemplo, é um recurso que chegou no intuito de agilizar o trabalho. 

Essa tecnologia possibilita que o usuário consiga preencher documentos e fazer pesquisas, de modo mais rápido e dinâmico, sem necessidade de usar as duas mãos para digitar. 

Com isso, também se elimina a perda de tempo considerável, e a necessidade de largar tudo que tem na mão no momento, apenas para fazer a digitação.

Pensando nisso o software para construção civil Mobuss Construção teve atualizações em um de seus módulos. O módulo de Qualidade da solução – que auxilia na fiscalização das etapas da obra – agora pode ser utilizado também em smartphones.  

O novo aplicativo do Mobuss Construção é integrado com o teclado G-Board do Google, o que possibilita o preenchimento de campos texto por voz. Isso permite com que longos campos de texto possam ser preenchidos de forma muito mais rápida, inclusive quando se está offline, sem conectividade com a Internet.

A versão para smartphone do módulo de Qualidade também permite que sejam tiradas fotos sequenciais, eliminando a necessidade de anexar item por item no aplicativo, e permitindo que as evidências sejam salvas em lote.

Os smartphones e a mudança de mercado

Segundo Sílvio Etges, gerente de produtos da Teclógica – empresa responsável pelo desenvolvimento do Mobuss Construção – a migração para aplicativos é uma tendência do mercado. Com a chegada do 5G, a necessidade de seguir nessa direção ficará ainda mais clara para as ferramentas digitais.

No público em geral, observa-se que os smartphones têm crescido na preferência, tanto para lazer, quanto para trabalho. 

Segundo a 31ª pesquisa Anual do Uso de TI, realizada pela FGV, em 2019 existiam 234 milhões de smartphones em uso no Brasil, enquanto o número de computadores era de 190 milhões. Além disso, outras pesquisas apontam que no último ano a utilização de smartphones cresceu 10%. Não há como negar essa tendência está se destacando no mercado. 

Tecnologia na construção civil

Facilidade para os usuários

Por tratar-se de um dispositivo menor, as funcionalidades para smartphones precisam ser repensadas de forma que fiquem claras e intuitivas.

 “Uma das primeiras coisas que pensamos para o aplicativo do módulo de Qualidade foi a inclusão de campos de busca rápida e filtros inteligentes. Dessa forma, a pesquisa é agilizada e otimiza-se a experiência do usuário”, acrescenta Fernanda Gums – Analista de Sistemas da Teclógica.

Dentro do aplicativo, na aba de preenchimento de formulários, é possível também consultar documentos a qualquer momento. O anexo fica disponível logo abaixo do formulário, possibilitando ao usuário acessar e fechar o documento com apenas um toque. 

“Uma das principais necessidades dos nossos clientes é consultar documentos auxiliares, para que não hajam falhas de entendimento. No momento de preencher os formulários durante as inspeções é difícil lembrar de todos os detalhes do projeto e, por isso, é tão importante ter acesso facilitado aos documentos relacionados”, comenta o gerente da Teclógica.

“Também trouxemos para este aplicativo a possibilidade de alimentar o sistema com informações mesmo estando em um local sem internet, algo já presente desde o início na versão para tablets. Quando o smartphone estiver num local com sinal, ele poderá sincronizar normalmente as informações. Isso traz muita autonomia para os profissionais no canteiro de obras” explica Sílvio.

Para lançar o aplicativo no mercado, foram realizados testes com usuários de clientes que hoje já utilizam a versão tablet, para avaliar a usabilidade da nova interface.

 “Os retornos dos usuários sobre a experiência de uso foram muito importantes, e nos dão a confiança e a certeza de que a versão atenderá o mercado e que nossos esforços estão na direção correta”, finaliza Sílvio.

Quer saber receber uma demonstração sobre a nova funcionalidade? Solicite aqui ao nosso time.

Texto assinado por: Silvio Etges, Gerente de produtos da Teclógica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *