Como a metodologia OKR pode otimizar o desempenho da equipe na sua obra

Manter a competitividade é um dos maiores desafios impostos às empresas no cenário econômico atual. Com a enorme diversidade de produtos e serviços disponíveis, fazer com que sua organização seja atraente para o mercado é vital para atrair novos clientes e manter a rentabilidade.

Encontrar ferramentas para otimizar suas operações é o melhor caminho para alcançar a competitividade necessária e, consequentemente, obter melhores resultados, sejam produtivos ou financeiros. Entre essas ferramentas, destaca-se a metodologia OKR, prática que pode extrair o máximo das empresas, sejam ela de qualquer segmento, inclusive da construção civil.

Então saiba como essa metodologia pode otimizar o desempenho da equipe na sua obra!

O que é a metodologia OKR?

É conveniente conhecer o significado de “OKR” para entender a metodologia, pois o nome diz muito sobre a técnica. OKR é a sigla para Objectives and Key Results (em português, objetivos e resultados-chave).

A metodologia OKR tem como base o estabelecimento de objetivos e indicadores. Primeiramente define-se o objetivo geral da empresa. Então, devem ser elaborados objetivos para cada colaborador da organização, do estagiário ao presidente, de forma que eles levem ao cumprimento da meta geral projetada para companhia.

Para cada um dos objetivos concebidos, devem ser estabelecidos resultados (ou indicadores) que possam ser mensuráveis. Eles devem sempre ser demonstrados como números, justamente para que possam ser medidos de alguma forma.

A partir da busca pelo cumprimento das metas, utilizando como termômetro os resultados obtidos, a empresa consegue extrair o máximo desempenho de seu processo produtivo, maximizando seus lucros.

A metodologia OKR na construção civil

A construção civil é a indústria que faz as bases para o desenvolvimento de qualquer país. Além de absorver mão de obra e por isso ter uma capacidade enorme de gerar emprego, ela ainda é responsável por construir prédios, moradias, faculdades, escolas, aeroportos, empresas, estradas e impulsionar a economia brasileira e a nossa sociedade. Conseguir extrair o máximo das organizações desse nicho significa alavancar a economia de toda uma nação. Para isso, a metodologia OKR pode ser um enorme trunfo na gestão de obras, podendo trazer resultados surpreendentes até para gestores experientes.

Estabelecer objetivos periódicos para o andamento da obra, por exemplo, é uma excelente prática para garantir que o serviço seja entregue no prazo acordado com o cliente. Definir diretrizes, metas e indicadores a fim de coibir o desperdício de material pode significar uma economia substancial em termos financeiros.

Outro grande benefício que a metodologia OKR pode prover a uma empresa do ramo de construção diz respeito à segurança do trabalho. O gerenciamento de práticas que fomentem a segurança e a observância da distribuição e utilização correta de EPIs e EPCs pode ser feito por meio do estabelecimento e cumprimento de objetivos predeterminados.

As vantagens que a metodologia OKR pode trazer à indústria da construção são incontáveis, já que cada sub-área de um canteiro de obras pode ser otimizada.  

Colaboradores mais motivados entregando melhores resultados

A metodologia OKR tem algumas pequenas regras que garantem seus resultados. Os objetivos e indicadores, por exemplo, devem sempre ser públicos. Isso faz com que haja um grande engajamento dos colaboradores da organização, já que possibilita a todos o conhecimento sobre os objetivos de cada um e se os resultados esperados estão sendo alcançados ou não.

Outra diretriz do OKR diz respeito a quem estabelece os objetivos e indicadores. A prática determina que 40% dos objetivos e seus respectivos resultados devem ser deliberados pelo gestor e os outros 60% devem ser definidos pelo próprio colaborador. Isso incentiva a busca pelo cumprimento desses e faz com que o colaborador entregue sempre o máximo de si para a empresa.

Porém, ao elaborar os resultados esperados para cada colaborador, deve-se projetar o desempenho mais ousado possível. Metas facilmente batidas passam longe do ideal e não extraem a performance necessária de cada trabalhador. O ideal é estabelecer indicadores que possam ter entre 60% e 70% de efetivação, de forma a obter do colaborador o melhor desempenho possível.

Buscar meios de otimizar a gestão de uma obra é fundamental para garantir a competitividade da empresa. A metodologia OKR pode ser grande aliada pois, ao definir objetivos e metas individuais, facilita a organização da gestão e traz resultados de forma eficiente, aumentando a competitividade da empresa. Abra a sua cabeça, busque novas práticas e persiga sempre melhores resultados!

Quer saber mais sobre a metodologia OKR na construção civil? Deixe aqui o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *