Entenda a importância da mão de obra qualificada para os canteiros de obras

A qualidade dos recursos humanos, certamente, é um dos principais determinantes do sucesso de uma empresa. Mesmo assim, muitas delas ainda não investem em mão de obra qualificada, uma vez que torna necessário investir em treinamentos, cursos, salários mais altos e em benefícios para reter o empregado na empresa.

Por outro lado, apesar de representar uma economia em curto prazo, na Construção Civil, a mão de obra barata simplesmente não compensa. Afinal, em um médio prazo, a sua empresa acabará enfrentando problemas como alto número de refações de estruturas, além de um índice elevado de reclamações, baixa produtividade e atrasos no cronograma de obras.

Por que dinheiro investido na mão de obra qualificada nunca será capital perdido?

Alguns gestores e empresários cometem o equívoco de considerar o treinamento e a capacitação de funcionários um tanto delicada, pois temem que, caso ele deixe a empresa, o dinheiro investido será perdido.

No entanto, a realidade é outra: o funcionário, quando se sente valorizado pela empresa, indiscutivelmente  se compromete mais, mesmo que receba ofertas salariais melhores. Além disso, os resultados que ele trará compensarão o investimento rapidamente, ainda que ele permaneça no seu time por pouco tempo.

Ademais, se sua empresa deixar de investir no seu pessoal devido ao medo de perdê-lo, ela certamente ficará estagnada. É necessário arriscar um pouco para otimizar os seus resultados.

A mão de obra qualificada reduz a insatisfação do cliente

Grande parte dos problemas da indústria da Construção Civil ocorre na fase pós-obra. São os chamados “vícios ocultos”, defeitos imperceptíveis na fase de execução do projeto, mas que surgem quando o cliente começa a usufruir do produto adquirido.

Um exemplo muito frequente são as infiltrações, que surgem devido a uma vedação incorreta do piso do banheiro e da cozinha. Sabe qual a melhor forma de prevenir esses vícios? Uma mão de obra qualificada, que entende os procedimentos da obra e, portanto, é capaz de realizar um controle de qualidade rigoroso durante o construção.

Funcionários qualificados são necessários para gerar produtos diferenciados

Muitos materiais da Construção Civil — como pré-moldados, drywall e concreto armado — necessitam de mão de obra qualificada para serem manipulados. Caso contrário, há um risco muito grande de o material ser desperdiçado.

Há técnicas, portanto, que são muito complexas para que você delegue a funcionários comuns. Então, busque ter uma carteira de recursos humanos ampla, especializando cada membro de equipe em uma técnica. Com o tempo, sua empresa terá, no próprio quadro, uma diversidade de especialistas nas mais diversas áreas, permitindo que você pegue projetos cada vez mais ambiciosos.

A qualificação aumenta o engajamento do funcionário com a empresa

Quando você investe em um trabalhador, ele se sente, de certa forma, premiado pela oportunidade. Ele perceberá que você o valoriza e tentará dar um retorno pelo investimento aplicado.

Então, ele aumenta a sua produtividade e se motiva a realizar os objetivos com maior rapidez e eficiência. Ao contrário de uma mão de obra potencialmente perdida (como muitos acreditam), ele se torna muito mais engajado. Mas, atenção! Como ele está mais qualificado, ele também precisará se sentir mais valorizado dentro da empresa!

Por essas razões, não deixe jamais de investir em mão de obra qualificada. Esse será um dos investimentos com maior taxa de retorno para a empresa. Afinal, a Construção Civil é muito dependente do desempenho dos seus operários para produzir um produto de qualidade elevada.

Ajude-nos a criar, cada vez mais, uma cultura positiva nos canteiros de obras! Compartilhe nosso post nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *