KPIs na construção civil: conheça os principais e como mensurá-los

Para garantir o sucesso dos empreendimentos, as empresas precisam utilizar ferramentas para avaliar seus resultados. A análise de métricas, ou do chamado KPI na construção civil, é uma maneira de realizar essa mensuração.

Os indicadores de desempenho possuem um papel vital nas melhorias, pois permitem que as empresas avaliem o progresso, a eficiência e a qualidade de seus projetos, além de garantir o cumprimento de prazos e orçamentos. 

Existem vários KPIs, como taxa de conclusão no prazo, índice de retrabalho, custo unitário e produtividade da mão de obra, essenciais para a gestão no setor da construção. Por isso, explicaremos a seguir sua importância e alguns exemplos.

Qual a importância dos KPIs na construção civil?

A utilização de metas e a contabilização de resultados é uma prática constante em empresas de todos os tamanhos. Para que tudo corra bem em um projeto, os profissionais da construção devem cumprir tarefas e trabalhar dentro de suas métricas de desempenho diariamente. 

No canteiro de obras, onde as atividades ocorrem em maior velocidade e intensidade, não é diferente. Todos os colaboradores envolvidos na execução devem buscar pela prestação de serviços com mais qualidade e menos retrabalho. 

Ao estabelecer métricas e KPIs na construção civil, é possível identificar áreas que não estão trabalhando conforme o esperado, ou pontos das rotinas internas que precisam de melhorias.

Os indicadores fornecem uma visão abrangente do desempenho dos projetos, trazendo aspectos como progresso, custos, qualidade e segurança. Eles ainda permitem que as empresas avaliem o andamento da obra, identifiquem possíveis problemas, garantindo o controle de custos e o cumprimento dos prazos. 

O uso de KPIs na construção civil aumenta a competitividade e dá oportunidade para a empresa alcançar novas parcerias comerciais. Além disso, há melhora nos fluxos de trabalho, racionalizando gastos e tornando a gestão de recursos mais eficiente. 

5 principais KPIs na construção civil

São poucas as empresas que adotam a prática de medirem os seus resultados no setor de construção civil. Conhecer e implantar o uso de indicadores de desempenho é uma prática que traz inúmeros benefícios. 

Com o pleno conhecimento dos KPIs escolhidos e um bom planejamento, é possível preparar a sua companhia para atuar por meio de metas. Assim, os funcionários conseguem rastrear e reduzir erros, agilizando a prestação de serviços e melhorando o seu relacionamento com parceiros e clientes. 

Abaixo, listamos os cinco principais KPIs na construção civil:

1. Qualidade

Essa categoria irá avaliar se a qualidade dos materiais e dos serviços atendem aos padrões estabelecidos pela empresa e no projeto. Elas devem concordar com tudo aquilo firmado durante a contratação e o planejamento.

Existem alguns tipos de KPIs de qualidade, conheça alguns abaixo:

  • Número de defeitos: responsável por quantificar as imperfeições identificadas em uma estrutura ou componente. O objetivo é minimizar esse número para garantir a qualidade e evitar retrabalho;
  • Relação entre inspeções aprovadas e total: este KPI calcula a proporção de inspeções aprovadas em relação ao número geral de realizadas; 
  • Verificação da satisfação do cliente: funciona por meio de pesquisas de satisfação, feedback e avaliações;
  • Total de falhas e retrabalhos: rastreia o número de falhas e a necessidade de refações ao longo do projeto. 

2. Segurança

Garantir que o ambiente de trabalho seja seguro e que acidentes não sejam frequentes diminui os gastos com recursos humanos e as perdas de produtividade. Para isso, existem indicadores que medem o desempenho em relação à segurança. Confira os principais:

  • Acidentes de Trabalho: encarregado de rastrear o número de acidentes ocorridos no canteiro. Isso inclui lesões, ferimentos e outros incidentes que afetam a saúde e a segurança dos trabalhadores;
  • Afastamentos por Doenças Ocupacionais: mede o número de casos em que os trabalhadores precisam se afastar do trabalho devido a doenças relacionadas às condições do ambiente, como respiratórias ou lesões por esforço repetitivo.

3. Custo

A mensuração correta dos custos permite avaliar se os gastos com a obra estão dentro do orçamento. Listamos abaixo alguns dos KPIs na construção civil que medem essa questão:

  • Margem de Lucro: reflete a diferença entre a receita gerada pelo projeto e os custos associados a ele;
  • Fluxo de Caixa: mede a entrada e saída de dinheiro ao longo do projeto. Isso ajuda a manter a liquidez, garantindo que haja fundos disponíveis para cobrir despesas correntes;
  • Variação das Despesas: rastreia as variações entre os custos estimados e os custos reais do projeto. Permite identificar desvios orçamentários e tomar medidas corretivas;
  • Custo das Ordens de Alteração: avalia o impacto financeiro das alterações solicitadas ao projeto após o início da construção;
  • Materiais Desperdiçados: mede a quantidade de materiais desperdiçados durante o projeto. Reduzir o descarte de materiais ajuda a controlar os custos e promover a sustentabilidade, além de garantir o cumprimento do cronograma.

4. Prazo

A verificação de prazos permite identificar quais pontos da obra estão com o progresso defasado, aumentando a eficácia da execução do projeto. Veja a seguir os KPIs na construção civil que ajudam a mensurar os prazos:

  • Cumprimento das Metas Semanais: acompanha a realização das metas estabelecidas semanalmente no cronograma; 
  • Avanço Físico: mede o progresso real do trabalho, em relação ao planejado. Ele pode ser expresso em termos de porcentagem concluída, indicando quanto do projeto foi executado em um determinado período e quanto falta para terminar;
  • Percentuais Concluídos por Atividade no Canteiro: segmenta o projeto em atividades específicas e mede o progresso de cada uma delas. 

5. Meio Ambiente

Essa categoria é composta pelos indicadores ambientais, que permitem identificar e mensurar todos os impactos das atividades relacionadas à obra, deixando-a dentro dos parâmetros legais e ecológicos. 

Para entender o desempenho de sustentabilidade, conheça os KPIs relacionados a esse assunto:

  • Litros de Água por Área Construída: Visa medir a eficiência no uso de água e a diminuição do desperdício;
  • Geração de Resíduos por M² de Obra: avalia a quantidade de resíduos produzidos em relação à área da construção, incentivando a redução de descartes e a reciclagem;
  • Pegada de Carbono: calcula as emissões de gases de efeito estufa associadas ao projeto, ajudando a mitigar o impacto ambiental;
  • Pegada Hídrica: mede o impacto ambiental da utilização de água ao longo do ciclo de vida do projeto, incluindo captação, uso e descarte;
  • Consumo de Energia: rastreia o consumo de energia na construção e operação de edifícios, focando no alcance da maior eficiência energética;
  • Taxa de Reciclagem dos Resíduos: avalia a proporção de resíduos reciclados ou reutilizados, em vez de serem descartados em aterros;
  • Índice de Sustentabilidade: compreende várias métricas de sustentabilidade, proporcionando uma visão geral do desempenho ecológico do projeto e da empresa;
  • Quilômetros da Cadeia de Suprimentos: mede a distância que os materiais e componentes percorrem ao longo do processo.

Como mensurar e monitorar KPIs na Construção Civil?

Além de conhecer os principais KPIs na construção civil, é preciso saber como implementar e utilizar cada um. Por isso, separamos algumas dicas para garantir que o uso dos indicadores seja o mais eficiente possível:

Utilize métricas específicas

É essencial escolher métricas que estejam diretamente alinhadas com os objetivos do projeto e da empresa. Essas métricas direcionadas fornecem informações mais relevantes e precisas.

Por exemplo, se você visa melhorar a eficiência da mão de obra, um KPI específico pode ser a produtividade por hora de trabalho. 

Padronize a coleta de dados

A coleta de dados deve ser consistente em todos os aspectos do projeto. Isso envolve a definição de métodos claros e a padronização dos processos, para garantir que as informações sejam registradas de maneira uniforme em todas as fases e locais. 

A padronização aumenta a confiabilidade e facilita a análise dos registros.

Considere a sua estratégia

Os KPIs devem estar alinhados com a estratégia global da empresa. Estude como eles se encaixam nos objetivos de longo prazo e nas metas do projeto. Isso garante que os esforços estejam direcionados para o que é mais importante na organização, garantindo que os indicadores sejam relevantes.

Utilize a tecnologia

A tecnologia desempenha um papel fundamental na análise de dados na construção civil. Softwares de gestão de obras podem ser usados para automatizar a coleta de registros e fornecer informações em tempo real. A tecnologia torna o processo mais eficiente e preciso, permitindo uma tomada de decisão ágil.

A mensuração dos indicadores de desempenho é crucial no setor. Essa rotina permite que as equipes tenham um planejamento mais organizado, reduzindo tempo ocioso e melhorando a logística das atividades.

Isso desempenha um papel indispensável na busca por melhorias nas rotinas internas e na identificação de fatores que estejam com problemas. Assim, o uso de indicadores de qualidade, sustentabilidade, prazos, segurança e custos ajuda a garantir o sucesso da obra.

Agora que você já conhece um pouco dos principais KPIs na construção civil e sua importância, se aprofunde no tema com o nosso ebook sobre os Indicadores de Produtividade: quais métricas a sua construtora deve acompanhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acesse nossos materiais educativos sobre construção