Como participar de licitações de construção? (Passo-a-passo completo!)

As empresas do setor da construção civil muitas vezes optam por realizar obras para órgãos públicos ou privados através de processos licitatórios. Mas, para que a empresa possa efetuar a construção, ela precisa conhecer os requisitos e preencher algumas exigências. Por isso, é importante saber como participar de licitações.

Uma licitação é, basicamente, uma forma pelo qual as empresas podem ter a chance de realizar serviços construtivos tanto para o Estado quanto para o âmbito privado. O processo licitatório tem como finalidade escolher a empresa que apresentar a proposta mais vantajosa, seja em questões de qualificações, prazos e, claro, menores custos. 

Tratando-se de obras públicas, esse é um jeito de usar o dinheiro público de maneira mais eficiente. Mas muitas empresas privadas hoje em dia também estão optando por abrir processos licitatórios para escolher quem irá realizar suas obras. Pois isso possibilita uma ampliação no leque de fornecedores e alcança um número maior de propostas vantajosas.

Para que isso seja possível, as empresas da construção civil precisam estar atentas a como participar de licitações, entendendo como o processo funciona. 

Nesse artigo você vai conhecer as vantagens em participar de licitações, um passo a passo de como fazê-lo e o papel da tecnologia no auxílio às empresas!

Principais vantagens em participar de licitações

Algumas empresas não sabem como participar de licitações e não conhecem os diversos benefícios que esse modelo pode trazer tanto para a contratante quanto para a contratada. 

Um dos mais importantes é a garantia de concorrência igualitária para todas as empresas participantes, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte.

Dessa maneira, a escolha deve ocorrer de forma imparcial e transparente, sem favorecimento de uma empresa em detrimento de outra, seja qual for o motivo. Isso impacta diretamente na concorrência e pode ajudar no crescimento de empresas menores e até microempresas, ou mesmo na consolidação da qualidade dos serviços de uma empresa já conhecida.

Além disso, outro ponto favorável é a clareza nos serviços que serão realizados, já que nas licitações consta exatamente o que será feito e de que forma. Assim, fica mais simples para que a empresa ganhadora do processo licitatório realize as atividades e possa calcular uma margem mais precisa de lucro.

Como o foco dos processos licitatórios é a eficiência do trabalho com o custo mais vantajoso, a empresa pode aperfeiçoar os métodos construtivos, através de sistemas de apontamento, por exemplo. 

Dessa forma, é possível ganhar notoriedade no mercado com a possibilidade de trabalhar em empreendimentos de grande visibilidade.

Passo a passo para participar de licitações públicas

Para poder desfrutar de todas as vantagens, os profissionais e as empresas precisam saber como participar de licitações, principalmente para obras públicas. 

No caso dos processos licitatórios para empresas privadas, os critérios de escolha são definidos conforme as exigências e desejos da própria contratante, portanto não há um padrão. Já nas licitações públicas, é importante seguir os seguintes passos:

Passo 1: Atenção aos editais

Nas licitações de obras públicas, os editais são divulgados com antecedência para que todas as pessoas interessadas possam se preparar e participar. Por isso, é importante ficar de olho sempre que algum órgão lança um edital, dando tempo hábil para a empresa preencher todos os requisitos necessários.

Para saber corretamente como participar de licitações, o edital deve ser lido com atenção, dando enfoque em alguns itens, como: 

  • Data e local da abertura e finalização do prazo de inscrição do processo;
  • Documentação necessário exigida; 
  • Informações sobre os serviços e objetos que deverão ser entregues pela empresa;
  • Prazo para entrega;
  • Forma de pagamento.

Passo 2: Documentação

Após ler atentamente o edital e saber quais os documentos necessários, a empresa deve obter e organizar todos eles, além de atualizar os antigos. As certidões e documentos, bem como a habilitação jurídica, devem ser requisitados com antecedência, já que muitos podem demorar dias para ser expedidos.

Nessa etapa também será necessário comprovar que a empresa está em dia com seus impostos e obrigações. Por isso, é importante ter tudo sob controle e normalizar as suas regularidades fiscais, caso necessário.

Passo 3: Processo de apresentação de propostas

São diversas as modalidades de licitações, cada uma com suas características distintas. O mais comum é ser feito por lances, no qual a empresa que apresentar o menor valor é contemplada.

Mas existem casos onde as empresas devem apresentar método construtivo e preço, sendo que a mais vantajosa para o órgão público será vencedora.

Nessa etapa, é crucial que a empresa saiba até onde pode abaixar os preços sem sofrer prejuízos monetários não previstos no orçamento da construção. Isso porque, uma vez que a empresa vença o processo, deverá realizar os serviços, ficando sujeita à penalidades previstas na Lei 8.666/93 caso não cumpra com o acordo.

O processo de como participar de licitações é mais simples do que muitos profissionais pensam, desde que sejam seguidos esses passos e respeitados todos os requisitos presentes nas leis e nos editais.

Como a tecnologia pode auxiliar na participação de licitações?

A tecnologia pode ser uma grande aliada para as empresas, principalmente nas etapas de documentação e no orçamento. Isso porque os softwares permitem uma automação dos processos, melhorando a comunicação, a produtividade e a agilidade nos serviços.

Na gestão de documentos, as soluções tecnológicas oferecem uma maior organização e um armazenamento mais seguro, podendo também apontar certificados com prazo de validade expirado ou desatualizados. 

Outra vantagem de usar softwares especializados é na hora de manter a obra dentro do orçamento e do cronograma. 

Com eles, é possível acompanhar e atualizar, de maneira intuitiva, tudo que acontece no canteiro de obras, desde os colaboradores envolvidos até o estoque de insumos e equipamentos. Assim, é possível tomar decisões mais rápidas e assertivamente, evitando atrasos e retrabalhos.

Dessa forma, as empresas podem se beneficiar com as licitações, tanto públicas quanto privadas, gerando lucro e ganhando notoriedade no mercado da construção civil. Tudo isso com foco principalmente na qualidade dos processos construtivos.

Agora você já sabe o que são e como participar de licitações, bem como suas vantagens para a empresa. Acompanhe os artigos no nosso blog e leia mais conteúdos sobre gestão de obras, tecnologias na área da construção civil e muito mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *