Saiba como a Tecverde garantiu eficiência com o Módulo de Qualidade

A paranaense Tecverde tem uma história diretamente ligada com a inovação. Foi pioneira na implantação de sistemas construtivos industrializados e sustentáveis no Brasil, com tecnologia light wood frame.

Essa tecnologia garante processos quatro vezes mais rápidos do que obras comuns e 85% de redução de desperdícios de materiais. O modelo de negócio também exigiu uma mudança no formato de controle dos processos na companhia.

Em razão disso, a empresa adotou o Módulo de Qualidade do Mobuss Construção, passando a digitalizar os processos e garantindo assim mais agilidade ao trabalho.

Módulo de Qualidade: o que mudou na Tecverde

A Tecverde trabalha com um sistema construtivo industrializado à seco, que traz mais velocidade e racionalização na execução da obra. Essa realidade na construção traz também um fluxo de informações mais intenso consigo, o que demandou a digitalização dos processos. 

Substituímos as FVS impressas pelos tablets em que opera o Mobuss Construção. Todo o controle agora é feito no sistema e temos um fluxo de trabalho e de dados que nos permite um controle efetivo da qualidade em cada processo”, destaca Ramon Pollnow, gerente de Engenharia de Operações da Tecverde.

De acordo com o executivo, o Mobuss Construção é uma ferramenta ideal para empresas que tenham o objetivo de informatizar todo o seu sistema de gestão em conformidade com o SiAC PBQP-h.

Possuímos inspetores de qualidade em fábrica e obra, treinados para avaliar a conformidade do produto. Após a implantação do Módulo de Qualidade do Mobuss Construção foi possível integrar o processo, a metodologia e a gestão da informação entre fábrica e obra. 

Com base nos indicadores e relatórios coletados pela Qualidade, a produção recebe uma retroalimentação imediata, mas também a Engenharia utiliza esta informação como entrada para novos projetos a serem desenvolvidos. 

O volume do registro de Não Conformidades aumentou após a implantação do sistema, o que trouxe maior eficácia e embasamento na atribuição de ações preventivas entre obras ocorrendo simultaneamente em diferentes estados”, diz.

Para Ramon, o principal desafio da empresa foi garantir a parametrização dos processos.

Depois de passado este trabalho conseguimos integrar o controle em um ambiente industrial, que possui uma linha de produção em fluxo contínuo, junto à integração do controle dos processos no canteiro de obras”, comenta.

Processos mais ágeis

Adriana Bombassaro, diretora de Produto da Teclógica, empresa responsável pelo desenvolvimento do Mobuss Construção, diz que a agilidade nos processos é um diferencial importante para o setor de construção. 

Vemos que, cada vez mais, esse controle eficiente de processos, com informações consolidadas, é fundamental para obras com menos desperdício tanto de recursos quanto de tempo. Hoje as empresas eliminam o processo de controle manual, ganhando mais tempo para a tomada de decisão e gerindo toda a obra no canteiro, em tempo real”, destaca.

O gestor da Tecverde, que hoje conta com maior controle em seu processo de qualidade, concorda. 

“O principal benefício identificado foi a sinergia de velocidade e precisão entre o Sistema Construtivo da Tecverde e a tecnologia do Mobuss”, finaliza.

Quer conhecer o módulo de Qualidade na prática?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *