Como a mobilidade pode contribuir na redução de atrasos das obras 

No cenário competitivo atual, em que atrasos significam perda de recursos, a entrega de uma obra no prazo determinado, com custos calculados, sem desperdício de materiais e com mão de obra qualificada é o que esperam os gestores de construtoras e os clientes. Normalmente, os atrasos são resultados da falta de planejamento, que vêm desde os erros na definição do projeto até a logística incorreta no canteiro de obras. E quando os desajustes no prazo começam a dar os primeiros sinais, a adoção de medidas generalistas não resolvem.

O mais recomendado é colocar uma “lupa” sobre a obra, ou seja, utilizar uma ferramenta que permita a visualização e o controle de todas as etapas da obra, incluindo a gestão de colaboradores, equipamentos e processos. Para isso, basta utilizar a mobilidade, que quando combinada ao canteiro de obras, gera resultados surpreendentes. No setor da construção civil atual, a tecnologia deixa de ser apenas uma ferramenta adicional e passa a ser essencial para a eficiência operacional. A seguir, veja como ela pode auxiliar na redução de atrasos e, consequentemente, na diminuição de custos elevados de uma obra.

Definindo projetos sem falhas

Já é sabido que a resolução de problemas em cima da hora pode demandar custos orçamentarios altíssimos, o que pode comprometer o andamento da obra e o resultado final. Antes do início da obra, o projeto da construção deve ser definido. E para evitar erros em sua elaboração, o auxílio da tecnologias móveis é essencial. Com ela, arquitetos, engenheiros e gestores podem definir todas as etapas da construção e prever eventuais erros que possam ocorrer em sua execução. E caso haja uma falha, é possível resolvê-la rapidamente.

Organizando processos e elaborando cronogramas inteligentes

Depois de levantar o escopo do projeto a ser executado e calcular todas as interferências entre os serviços, torna-se possível estabelecer as atividades críticas para determinar onde será necessário empregar maiores esforços, a fim de evitar qualquer tipo de atraso. Os aplicativos, que podem ser instalados em tablets e smartphones, auxiliam na execução das práticas metodológicas usadas no dia a dia do engenheiro, como na organização de processos e na elaboração de cronograma inteligentes. A tarefa de controlar o horário dos funcionários e as metas individuais também é bastante facilitada, onde pode-se verificar rapidamente se algum desses fatores estão prejudicando o andamento do da obras.

Mantendo o cliente sempre atualizado

Geralmente, o cliente que contrata os serviços da construtora mantém um contato constante com o responsável pela execução da obra. E para dissipar a ansiedade e a insegurança sobre a sua data de entrega e o controle de despesas, é preciso mantê-lo sempre atualizado sobre o andamento do empreendimento. Os aplicativos móveis oferecem relatórios em tempo real, como forma garantir a comunicação eficiente. Além disso, é possível vistoriar a obra e enviar fotografias semanalmente, com atualização do cronograma e com os fatos relevantes ocorridos no canteiro.

Reduzindo riscos

Engana-se quem pensa que erros sempre aparecerão. Com um plano de execuções bem estruturado, pode-se evitar problemas diversos que venham a ocorrer, como atrasos e retrabalhos nas obras. De maneira organizada, os prazos para o início do trabalho e sua data de entrega são cumpridos, não impactando no cronograma da obra.

Como você pôde perceber as tecnologias móveis são fundamentais no canteiro de obras, pois auxiliam na organização de processos e elaboração de cronograma, diminuição de custos, redução de falhas e atrasos, além de manter o cliente atualizado em relação as etapas de execução da obra.

Como você reduz atrasos na entrega da obra? Conte para a gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *