Big Data Analytics: como a indústria da construção pode se beneficiar da análise de dados

O Big Data Analytics é um fenômeno tecnológico mundial que vem impactando todos os setores do mercado nos últimos anos. Ele é considerado a grande revolução da nossa era, permitindo um entendimento profundo acerca de clientes e projetos nas organizações.

Com base na análise de dados, as construtoras podem desenvolver um novo modelo de negócio, mais econômico, eficiente e assertivo. É a integração do trabalho das equipes de Tecnologia da Informação (TI) e engenheiros em busca de soluções mais vantajosas.

Especialmente em um setor que gera altos custos e dispõe de um ciclo mais lento, qualquer alternativa que traga agilidade e otimização dos recursos é bem-vinda. A tecnologia já está aí, basta conhecê-la e encontrar os meios para aplicá-la na sua cultura e rotina institucional.

Você já sabe como o uso de Big Data Analytics pode auxiliar sua empresa? Neste post, lhe ensinaremos como a análise de dados beneficia o setor da construção civil e de que forma lidar com uma grande porção de informações em tempo real. Boa leitura!

Mas o que significa Big Data Analytics?

Com a informatização de diversos recursos nas últimas décadas, uma enorme quantidade de dados tem sido gerada todos os dias. No entanto, até pouco tempo atrás, estas mesmas informações não eram analisadas devidamente. Eram acumuladas bases de conhecimento, sem que houvesse ferramentas adequadas para processá-las.

A fim de dar vazão a estas informações e torná-las úteis, surge o famoso conceito de Big Data Analytics. Através desta prática, é selecionado um imenso volume de dados para que sejam avaliados e empregados de modo significativo.

Com a transformação digital, através do uso de algoritmos desenvolvidos e da Inteligência Artificial (IA), temos recursos para processar este conhecimento em uma série de utilidades.

Como o Big Data Analytics contribui para a construção civil?

No que se refere ao campo da construção, o Big Data Analytics tem usos importantes. Como nesta área uma tarefa pode ser onerosa e demorada, ser capaz de prever e simular os resultados de determinadas escolhas faz toda a diferença.

É possível, entre outras opções, estipular o impacto no orçamento e o tempo de conclusão da obra ao substituir determinado material ou procedimento.

O resultado conquistado pela análise de dados traz maior segurança no planejamento de atividades. Com o auxílio da tecnologia BIM (Building Information Modeling), pode-se criar toda a infraestrutura, além de fazer projeções e cálculos sobre possíveis mudanças.

Fora isso, dados financeiros, cronogramas, documentos técnicos e informações relevantes também entram na jogada para auxiliar nas tomadas de decisão.

Há estimativas que apostam em um crescimento de 85% do setor da construção no mundo inteiro — o que representa não somente um desafio, mas uma oportunidade. O desafio está em capacitar-se, com tecnologia sustentável e de ponta, para estar à altura da oportunidade que movimentará U$15 trilhões em todo o planeta.

A análise de dados aplicada à realidade do setor

Agora, chega de conceitos e teorias! Vamos às aplicações práticas da análise de dados no dia a dia dos profissionais do setor. Fique atento(a) a estes exemplos e conheça o motivo de sua popularidade entre as alternativas de diversas construtoras nacionais e internacionais:

1. Facilidade na gestão de projetos

Só quem já trabalhou com uma gestão de projetos baseada apenas em papéis sabe a dificuldade que é este tipo de execução. Com a vasta quantidade de informações que fazem parte do cotidiano da construção, o trabalho analógico acaba sendo vagaroso e pouco eficiente.

A partir disso, podem ser gerados obstáculos como:

  • Comunicação deficiente;
  • Erros de orçamento e acompanhamento;
  • Juízos falhos pela ausência de dados claros;
  • Dificuldades com registros históricos.

Com o acompanhamento digital das obras, grande parte dos problemas são solucionados.

Quando há a possibilidade dos envolvidos em um determinado projeto serem atualizados em tempo real com conhecimento preciso, a otimização administrativa de modo geral faz-se completa. Logo, softwares adequados compartilham informações, a fim de que estas sejam compreendidas facilmente por meio da acessibilidade.

Entre as utilizações possíveis para melhorar a gestão de projetos, temos:

2. Orçamentação e planejamento da obra

O Big Data Analytics impacta a orçamentação de obras em diversos níveis.

Primeiramente, dá a oportunidade de escolher as relações mais adequadas, visando um trabalho sem o desperdício de recursos. O acesso ao conhecimento é a melhor base para uma avaliação sobre a confiabilidade em determinados parceiros.

É bastante comum em nosso segmento estarmos em negociação constante com diversas empresas e fornecedores. Utilizando da análise de dados, você pode identificar os riscos de cada um destes contatos e garantir que fechará com aquele que oferece maior qualidade no serviço.

Além disso, tecnologias voltadas para a otimização destas informações têm a possibilidade de reproduzir informaticamente cenários precisos. Com tais recursos, é possível até mesmo simular condições geográficas, financeiras e estruturais, verificando a sua disponibilidade e o seu valor final.

3. Análise de indicadores e cruzamento de dados

Por fim, vale destacar que a gestão de indicadores também é uma força motriz de qualquer planejamento bem sucedido. Afinal, ela demonstra os acertos e as deficiências, sinalizando exatamente em quais fases o projeto necessita ser revisto para atender às expectativas.

Através do cruzamento das diferentes tecnologias de coleta de dados aplicadas no sistema, você pode chegar a conclusões valiosas. Segundo estudo com cargos de liderança no Brasil, 81% dos respondentes concordam que a transformação da TI é essencial para que as empresas permaneçam competitivas no mercado.

Por mais que a adesão ao uso de Big Data Analytics exija algum investimento, a economia e a capacidade de selecionar as melhores ferramentas compensa rapidamente. A tendência, de modo geral, é que as soluções tecnológicas estejam cada vez mais presentes em todos os setores.

Implementando o Big Data Analytics

Naturalmente, a implementação deste recurso não é algo simples. Os maiores desafios estão em convencer a equipe a compartilhar o mindset e unificar esforços dos setores de engenharia e TI.

Por isso, é importante que ambos os nichos busquem informação atualizada e esforcem-se para descobrir como os avanços da tecnologia colaboram com o trabalho de todos. Vale à pena investir na instrução dos departamentos e pesquisar constantemente o que está em alta na transformação digital.

Caso você consiga executar a transformação digital dentro da sua empresa, certamente ficará satisfeito(a) com a melhora nos resultados.

Gostou deste assunto? Descubra como a tecnologia pode auxiliar no dia a dia do canteiro de obras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *