Como gerenciar os fluxos de dados na construção civil?


Está sem tempo para ler? Aperte o play abaixo e ouça o artigo sobre fluxos de dados em áudio!

A cada dia que passa, as construções geram um grande volume de informação. Mas, para que essas informações possam ser aproveitadas para a melhoria contínua dos resultados, é preciso saber como gerenciar os fluxos de dados.

Mesmo com a imensa quantidade de arquivos gerados pela construção civil, algumas empresas ainda não dão a devida importância para a coleta e análise de dados. Assim, perdem a oportunidade de obter registros valiosos sobre, por exemplo, as causas de problemas no canteiro de obras.

Além disso, não ter fluxos de dados bem estruturados atrapalha na tomada de decisões pelos gestores. Para que soluções eficientes sejam definidas, esses profissionais devem contar com informações concretas e bem embasadas. Sem isso, as tomadas de decisões são baseadas apenas em opinião.

Por esses motivos, as organizações devem investir em sistemas que façam o gerenciamento de fluxos de dados na construção civil. Assim, elas garantem que as informações estão sendo coletadas e analisadas corretamente e que estão gerando resultados úteis.

O que é análise de fluxo de dados na construção civil?

Antes de saber como administrar os fluxos de arquivos na construção civil, primeiro é preciso entender o que é a análise de dados. Essa etapa faz parte da gestão das obras, sendo crucial para transformar registros inicialmente desconexos em informações valiosas.

A análise começa logo após a coleta, estruturação e organização das informações. Por isso, depende diretamente da qualidade e quantidade dos registros que são feitos durante os processos construtivos.

Devido a grande quantidade de informações, hoje é praticamente impossível fazer a análise manualmente. Assim, essa etapa geralmente é realizada através de softwares com boa capacidade de processamento e armazenamento.

Por que gerar dados na construção civil?

O uso inteligente dos dados na construção civil traz diversos benefícios para as empresas. Para conhecer o mercado e saber em qual projeto e quando investir, por exemplo, é preciso fazer pesquisas e obter esses registros. O mesmo acontece para entender as necessidades e desejos dos clientes, só a coleta de dados pode resolver essa questão.

Ainda nas etapas iniciais dos projetos, é preciso coletar e analisar arquivos para poder realizar o orçamento e o cronograma da obra. Sem esses fluxos, a empresa não tem como saber quanto vai precisar investir e nem quanto tempo a construção vai levar.

Já durante a execução, é crucial registrar o máximo de informações possíveis para poder realizar uma gestão de obras eficiente. Só assim é possível que os líderes façam tomadas de decisões bem embasadas.

Além disso, com os dados coletados ao longo de diferentes obras, a construtora consegue perceber padrões de problemas e erros. Assim, pode encontrar as etapas que mais apresentam desconformidades, além daquelas que geram mais chamadas de assistência técnica, por exemplo.

Qual a importância de uma gestão orientada pelos dados?

Criar uma cultura de análise dos fluxos de dados ajuda a melhorar a eficiência nas atividades e estabelecer uma melhoria contínua. Assim, o gerenciamento orientado por informações coletadas nas obras consegue fazer previsões muito mais certeiras, como de custos ou prazos.

Fora isso, quando o gestor se baseia em registros internos, ele consegue controlar melhor os resultados das otimizações. Com informações sobre o que deu certo em outras obras e o que apresentou mais erros e retrabalhos, é possível encontrar as melhores soluções para os problemas.

Ter uma cultura de gestão é ainda uma maneira de garantir tomadas de decisões mais assertivas. Sem o embasamento fornecido pelos registros, os profissionais acabam se baseando em suposições e isso gera resultados incertos.

Como gerenciar os fluxos de dados na construção civil?

Para que a coleta e análise de dados seja eficiente, é importante que um processo de gestão de informações seja implementado. Por isso, confira abaixo alguns passos e dicas para implementar e otimizar o gerenciamento dos fluxos de dados na construção civil:

1. Mapeie todos os processos da construtora

Uma obra envolve um número elevado de etapas do início até a entrega. Por isso, a empresa precisa mapear todos os processos construtivos que cada área é responsável. É importante também que os profissionais entendam seus papéis, tanto em seus cargos, quanto para os resultados finais da construção.

2. Defina as origens dos dados

Esta tarefa deve ocorrer durante toda a duração da obra, inclusive antes e depois do seu término. Por isso, é crucial que os gestores conheçam e organizem a origem de todos os fluxos de registros. Dessa forma, é possível relacionar os dados com cada etapa construtiva e obter informações como produtividade e qualidade.

3. Tenha uma equipe qualificada

Assim como no gerenciamento de obras é necessário contar com um profissional qualificado, na gestão dos fluxos de dados também. Por isso, é interessante pensar em contratar um cientista ou até  mesmo um engenheiro de informações. Esses profissionais têm o conhecimento e experiência necessária para obter bons resultados.

4. Faça uma análise constante e cruze os dados

Na hora de gerenciar os dados, é importante focar sempre na análise contínua. Além disso, é crucial cruzar os registros obtidos nas diferentes etapas, interna e externamente, para ter uma visão ampliada das informações. 

5. Utilize tecnologia

Uma dica valiosa é adotar a tecnologia como uma aliada. Softwares de mobilidade, por exemplo, permitem que o trabalho tenha mais autonomia e seja feito mesmo em lugares sem acesso à internet. Além disso, conseguem processar e analisar uma grande quantidade de dados. 

Soluções desse tipo também  padronizam e melhoram a qualidade dos registros e oferecem um armazenamento dos dados na nuvem, dando mais segurança.

Ter um bom gerenciamento de informação aliado com uma administração de obras eficiente é a melhor maneira de tomar decisões assertivas, ter mais previsibilidade e, ainda, obter resultados otimizados. 

Isso tudo traz benefícios não só para a construtora, mas também para os próprios clientes que usufruem de obras de maior qualidade, aumentando sua satisfação.

Agora você já sabe como gerenciar os fluxos de dados na construção civil. Mas, para continuar aperfeiçoando os processos da construtora, continue acompanhando nossos posts no blog, clicando aqui.

2 Comentários


    1. Eliane, agradecemos pelo feedback positivo dos nossos conteúdos.

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Acesse nossos materiais educativos sobre construção