Dicas de como alavancar as vendas de imóveis no cenário econômico atual

O mercado imobiliário tem sentido os impactos da retração da economia brasileira. E diante de um clima de incertezas, as vendas caíram, obras e projetos foram adiados.

Esse clima de desconfiança abala os empresários de imóveis. Segundo pesquisa feita pela USP, 77% dos empresários acreditam que o número de lançamentos de imóveis em 2015 será bem menor que o ano anterior. Com relação às vendas, 56% acreditam na queda das vendas, projetando lucros menores ou prejuízos para o período atual.

Contudo, mesmo diante deste cenário, é possível alavancar as vendas de seus imóveis com práticas reais, sem precisar esperar que a maré de negatividade econômica passe. Quer saber como? Confira a seguir algumas dicas que listamos para você.

Tenha serviços de qualidade

O setor imobiliário lida diretamente em atender as expectativas de seus consumidores. Cada serviço prestado deve ser coerente com o que foi solicitado pelo cliente.

Invista na capacitação da sua equipe, ofereça cursos e palestras a fim de aumentar o conhecimento deles sobre o setor de imóveis. Atualize-se sobre as necessidades que o mercado tem requerido e tenha serviços diferenciados.

Ofereça diferenciais aos clientes

Como diferencial, é importante ter alianças estratégicas com bancos e imobiliárias por exemplo. Pode-se oferecer descontos exclusivos de acordo com as negociações de compra, melhores prazos de entrega e melhores formas de financiamento do imóvel.

Outra pratica interessante é investir em serviços que agregam valor ao imóvel, como reformas associadas às vendas, design de interiores, entre muitos outros. A ideia é aumentar a comodidade do cliente e facilitar a decisão de compra do empreendimento.

Saiba trabalhar com diversos perfis de vendas

Entenda o que o seu cliente deseja. Muitas vezes ele não consegue especificar o perfil do imóvel solicitado. O corretor imobiliário deve estar sempre preparado para oferecer alternativas de imóveis baseados nas características do comprador.

Procure saber as características e o estilo de vida do adquirente. Saiba sobre:

  • Se o consumidor é solteiro, casado, tem filhos, mora com pessoas idosas, etc;
  • Quais são seus hobbies, se ele possui um estilo caseiro, gosta de praticar esportes, ir a eventos, festas, etc;
  • Preferências de bairros, regiões ou cidades próximas;
  • Características do imóvel que ele quer, ou seja, o número de quartos; tipo de pisos dos cômodos; tamanho da área útil do apartamento; número de vagas de garagem e seus perfis (vaga aberta ou fechada, livre ou presa, demarca ou estacionamento, etc.);
  • Condições de pagamentos que melhor se adequa à situação do cliente, ou seja, qual o valor do sinal, quantas vezes deseja parcelar e qual o valor máximo que ele pode pagar para adquirir o empreendimento.

Tendo o conhecimento dessas informações, consegue-se focar nas melhores opções para o cliente e efetivar rapidamente as vendas de imóveis.

Avalie as estratégias de vendas

Em tempos atuais de recessão econômica, o acesso às informações possibilita alterar preços e flexibilizar as negociações de compra, alavancando as vendas e eliminando os prejuízos.

De acordo com o que foi apresentado, é possível aumentar as vendas de imóveis mesmo em tempos de crises. É importante ter uma equipe competente de vendas e cartas na manga que agilizam o fechamento de contratos e permitem analisar as melhores condições para seu cliente.

Fique por dentro das novidades para o setor da construção. Assine nossa newsletter e receba artigos para ficar bem informado e destacar sua empresa no mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *