15 problemas que a sua empresa pode resolver adotando o Mobuss Construção – Software para construtoras

Além de todo o processo de gestão de uma obra, as construtoras brasileiras enfrentam uma série de desafios que vão desde a logística de insumos até o cumprimento das normas previstas em lei. Muitas dessas situações podem ser resolvidas com um bom software para construtoras, como o Mobuss Construção, com módulos integrados  que abrangem diferentes frentes de trabalho no setor e traz ainda a mobilidade, garantindo agilidade na coleta e envio de dados.

Hoje destacamos 15 problemas que a sua construtora pode resolver ao adotar o Mobuss Construção. Confira e saiba como deixar a rotina dos negócios mais prática, ágil e segura com um software para construtoras!

Insumos e fornecedores

Começamos falando de uma questão extremamente desafiadora para os gestores de empresas de construção. Muitas situações em relação às obras acabam envolvendo terceiros e o Mobuss traz opções para identificar e tratar esses problemas.

1 – Falta de controle de fornecedores

Você sabe quem são os fornecedores da construtora, quais os mais importantes e como funcionam as entregas dentro dos prazos estabelecidos?

Com o Mobuss – software para construtoras, os registros podem ser atualizados sempre que necessário, e acessados no próprio canteiro. Dados e observação em relação ao serviço prestado pelos fornecedores, situação das entregas e outras questões podem ser avaliadas, revisadas e consultadas através dos dispositivos móveis.

2 – Insumos que causam problemas

Através dos módulos de Assistência Técnica e Qualidade, as empresas usuárias do Mobuss – software para construtoras, podem relatar problemas recorrentes com determinado insumo, identificando assim quais os principais causadores de problemas no empreendimento. Pode ser a esquadria, o gesso, o piso.

Ao contar com uma visão global dos registros, o gestor consegue apontar quais os produtos que causaram mais custos (má qualidade do material e do serviço ou demora na entrega, por exemplo) e quem é o fornecedor responsável por eles, podendo até mesmo avaliar a possibilidade da troca do parceiro no próximo projeto.

Ações relacionadas à equipe e ao controle da obra

Além de cumprir a legislação trabalhista, as construtoras precisam garantir a segurança da equipe e concomitantemente organizar o processo de trabalho no canteiro de obras. Com o Mobuss, a disposição das equipes em determinados setores da obra e a logística envolvendo o dia a dia da rotina são controladas efetivamente. Veja:

3 – Controle da segurança e atuação das equipes

Módulo de Segurança do Mobuss Construção garante o registro dos treinamentos, entrega de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e demais controles do efetivo nas obras, garantindo que a empresa esteja cumprindo questões exigidas pela legislação trabalhista.

A coleta de assinaturas da equipe, confirmando que recebeu os devidos equipamentos, bem como registrando o horário em que acessaram a obra, também ocorrem através da solução.

4 – Mensurando a produtividade

Você sabe de quantos profissionais precisa para cada fase da construção de um empreendimento? Como pode aproveitar melhor a equipe disponível e se há mão de obra obsoleta?

O Módulo de Apontamento permite que a empresa controle não só o desempenho dos serviços, mas também o aproveitamento dos insumos e o fluxo das atividades. Pode ainda analisar a eficiência dos equipamentos utilizados e criar indicadores de performance conforme a necessidade da empresa.  O acompanhamento e melhoria do rendimento das equipes foi uma das vantagens que a TBSA percebeu ao incorporar o Mobuss Construção na companhia.

5 – Controle de serviços

Através do Mobuss Construção, os gestores  conseguem classificar as ações executadas no canteiro de obras e mensurar os custos de cada uma delas. Com os dados em mãos, podem realizar ações para redução de custos.

Há a possibilidade, por exemplo de mensurar os serviços produtivos (aqueles necessários e comuns no canteiro, como o colocação do piso), improdutivos (quando há a necessidade de limpeza, transporte de material ou outra atividade que resulte de um serviço produtivo) e contributórios, ou seja, aquelas ações que contribuem para a execução de um serviço produtivo, como a montagem de andaimes.

Coleta de indicadores e tomada de decisão

6 – Retrabalho na coleta de dados

Sem um sistema que atua on e off-line, como o Mobuss Construção, os dados e informações no campo são anotados em papel, podendo se perder ou ocorrer registro errado das informações. Além disso, quando a equipe retorna ao escritório, precisa repassar manualmente para o sistema as informações colhidas no canteiro.

Economia de tempo, fim do uso de papel e confiabilidade das informações são as vantagens que um software para construtoras traz para acabar com esse problema. Não tem 3G no local onde a equipe está trabalhando? Não tem problema. O registro nos módulos pode ser feito de forma off-line e assim que o equipamento captar sinal de internet envia automaticamente os dados para a base da companhia.

7 – Falta de indicadores

Além do desempenho, outras questões dificultam a vida dos gestores. A maioria deles não conta com indicadores de custo e efetivo, fazendo com que o planejamento nem sempre seja confiável. Os valores investidos em uma obra acabam extrapolando o orçamento inicial, prejudicando todo o andamento da construtora.

Com os indicadores do Mobuss Construção é possível analisar de maneira organizada, clara e simples, quais foram os gargalos daquela obra para que não se repitam.

8 – Demora na tomada de decisão

Essa é uma consequência comum quando há falta de indicadores. Os gestores não possuem dados suficientes para realizarem os próximos passos de um projeto e a demora na chegada das informações do canteiro de obras dificulta a ação assertiva. No Mobuss Construção, as informações são, além de confiáveis, transmitidas rapidamente para a central. De lá, o engenheiro responsável ou o gestor da companhia analisa e cria novas ações para o trabalho como um todo.

9 – Atualização de registros necessários para fornecedor

Documentos como contrato social ou negativas de débitos das empreiteiras precisam ser arquivados confiavelmente. Caso isso não ocorra, essa questão pode ser levada até o âmbito jurídico. A construtora é corresponsável pelos profissionais que estejam atuando no canteiro e precisa se assegurar de que os direitos trabalhistas ou a segurança de cada um deles esteja sendo cumprida.

O novo Módulo de Registros do Mobuss Construção facilita a gestão desses registros, garantido o fácil acesso, consulta e atualização das informações, bem como apoiando a contratação de terceiros com mais segurança e transparência. O mesmo benefício se aplica para profissionais internos, que devem estar com treinamentos e demais documentações trabalhistas em dia, para então terem acesso à obra.

Inspeção de obras, entrega de chaves e assistência técnica: relação mais próxima com os clientes

10 – Falta de uma visão global das pendências

Dados e setores não integrados são um problema comum na área de construção. Na hora da vistoria, o técnico responsável e o cliente identificam certas inconformidades que precisam ser resolvidas antes da entrega final das chaves. O mesmo ocorre após a entrega, durante o período de garantia do imóvel. Porém, a falta de comunicação efetiva com a área de manutenção dificulta a realização dessas ações.

O Mobuss Construção traz uma visão global e integrada dessas informações. No Módulo de Assistência Técnica, por exemplo, a equipe consegue ver a data de registro dos chamados, a natureza dele, o tempo de espera para resolução e uma reincidência.

Tudo isso facilita a gestão da equipe de reparos, que passa a trabalhar de forma otimizada, consultando ainda no imóvel se há outras inconformidades que podem ser resolvidas, sem a necessidade de um novo deslocamento.

11 – Falta de controle sobre as inspeções já realizadas

Quantos reparos foram realizados em determinado empreendimento no último mês? As garantias dos imóveis ainda estão vigentes? O que foi apontado na inspeção e em quais locais ela já foi realizada?

Todas estas questões, que comumente se tornam dados desencontrados e dificultam a rotina das construtoras, podem ser geridos e consultados facilmente no Mobuss Construção. Além de evitar retrabalho, o sistema garante que a equipe tenha dados atualizados sobre as vistorias ou assistências técnicas realizadas.

12 – Demora na entrega das chaves

O relacionamento com o cliente é um problema comum na fase final de um empreendimento. Prazos extrapolados são recorrentes, principalmente no período entre a vistoria e a entrega final das chaves. Isso porque muitas construtoras não possuem uma visão global dos reparos que deverão ser feitos no imóvel antes do proprietário recebe-lo.

O Módulo de Vistoria e Entrega do Mobuss permite que a inspeção final seja feita pelo cliente junto com um consultor da construtora, facilitando o registro das inconformidades e garantindo mais agilidade na hora de resolvê-las. Aqui, o sistema evita retrabalho, com a mesma equipe tendo que intervir na obra duas vezes, porque uma anotação foi esquecida, por exemplo. É assim que a Embraed atua.

Documentação

13 – Falta de gestão de documentos

O Mobuss Construção disponibiliza um módulo específico para este trabalho. Em boa parte dos canteiros, as normativas relacionadas à qualidade são utilizadas apenas em papel, dificultando o acesso ao conteúdo. Muitos destes documentos acabam danificados durante a obra, um problema que não ocorre com o uso do sistema.

As normas de qualidade ISO exigem documentações sempre atualizadas em relação aos processos de qualidade. O Mobuss Construção – Software  para construtoras garante que essas informações estejam sempre disponíveis e com versões corretas para todas as áreas, evitando não conformidades em caso de auditoria.

14 – Falta de controle de documentos de múltiplas obras

Construtoras de médio e grande porte geralmente trabalham simultaneamente em diversas obras. Em cada uma delas existem documentações específicas, seja registros de fornecedores, dados sobre vistoria e entrega, processos de qualidade. Tudo isso precisa ser controlado individualmente para não gerar confusão e conflito de informações.

O Mobuss Construção permite que a empresa controle seus documentos de acordo com a obra, dando aos processos mais confiabilidade e clareza. O profissional pode registrar os dados em uma obra e não em todas com apenas alguns cliques.

15 – Diferentes canais de informação e desencontro de dados

Além da anotação em papel, um problema recorrente no setor da construção é o desencontro de informações, já que muitas empresas usam mais de um software. Dessa forma, nem sempre os setores conseguem acessar informações relevantes para o seu trabalho, que foram registrados em outro departamento.

Como o Mobuss Construção pode ser integrado a ERPs, a construtora terá a certeza de que os dados da obra poderão ser consultados no escritório, no sistema de gestão já existente. Além disso, os diferentes módulos oferecidos pela solução também são integrados.

Gostou do artigo? Compartilhe!

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *