5 dicas para ser um engenheiro estrutural de sucesso

O mercado pode ser extremamente competitivo para um engenheiro estrutural, mas a valorização profissional é extremamente recompensadora para aqueles que encontram meios de se destacar nesta carreira.

Por mais que a gama de atuações seja vasta na área, alguns pontos em comum são fundamentais para quem deseja evoluir nesse setor e acompanhar os seus constantes avanços.

A seguir, confira 5  dicas que todo engenheiro estrutural de sucesso precisa conhecer!

1- Tenha sempre uma visão crítica enquanto engenheiro estrutural

Um bom engenheiro estrutural precisa reunir uma série de capacidades para que tenha êxito em suas funções.

Desde o início dos estudos e, depois, da carreira, a capacidade lógica, o bom senso e a construção de raciocínios críticos são incentivados – uma vez que são demandas primárias durante o planejamento e a execução de qualquer obra.

Mesmo que atualmente seja comum que boa parte dos cálculos e funções sejam executadas por softwares, é papel do engenheiro estrutural analisar seus resultados e lançar uma visão analítica sobre cada aspecto.

O profissional deve ter em mente que todo o projeto da estrutura está em suas mãos. Logo, é indispensável ter uma visão global sobre os seus principais elementos, pontos críticos e funcionamento geral.

A maior ambição do engenheiro estrutural é ser capaz de entregar um projeto ainda melhor que o anterior. Além de proporcionar, de maneira constante, a máxima atenção para todos os detalhes do projeto de forma sempre detalhista e altamente crítica.

2- Mantenha-se em constante processo de aprendizado

Tão importante quanto saber empregar os seus conhecimentos de maneira crítica nas situações corretas, é certificar-se de que eles não se tornarão ultrapassados em algum momento!

Inscrever-se em cursos, atualizações e congressos é indispensável até mesmo para o perfil de engenheiro estrutural que ainda não sente carências teóricas. O contato com novas técnicas, tendências e padrões utilizados por outros profissionais no mercado contribui para que os conhecimentos sejam ainda mais claros e facilmente aplicáveis.

Tenha em mente que compreender com precisão o funcionamento de todas as estruturas do setor construtivo é um processo contínuo e que não deve ser interrompido nem mesmo pelos profissionais mais experientes – já que novos avanços são introduzidos de maneira constante na área.

3- Acompanhe a evolução tecnológica do mercado

Não é novidade que o segmento de construção civil sempre foi muito competitivo. E esse padrão só tem crescido com o incessante avanço das novas tecnologias.

Com as construtoras e demais empresas do ramo buscando por soluções cada vez mais práticas para sanar as necessidades de seus clientes, o nível de produtividade exigido nas obras se tornou extremamente elevado.

A agilidade e a qualidade simultaneamente exigidas nessa realidade fizeram com que os aperfeiçoamentos voltados para a área se tornassem recorrentes e extremamente dinâmicos. Exigindo, assim, atenção constante dos profissionais que dependem dessas ferramentas.

As tecnologias para elaboração e controle de projetos, por exemplo, estão entre as tendências da engenharia civil para 2019. Eles garantem um controle completo das variáveis construtivas por meio de dados precisos, capazes de diminuir a incidência de falhas e de aumentar, ainda, os padrões de segurança na construção.

Mais do que os conhecimentos estritos da área, o engenheiro estrutural precisa saber dominar essas ferramentas com maestria. Ele pode – deve – compreender seus principais detalhes de usabilidade e acompanhar suas atualizações para alinhar-se aos padrões de tecnologia e produtividade exigidos pelo mercado.

4- Crie mecanismos de checagem e para gestão de erros

Assim como em qualquer atividade profissional, erros podem acontecer durante a elaboração de um projeto estrutural. Além de evitá-los, acima de tudo,  é também tarefa do engenheiro estrutural saber detectá-los e corrigi-los antes da execução.

Sendo assim, é fundamental estabelecer padrões contínuos de checagem em todas as fases da elaboração do projeto, garantindo que verificações sejam feitas até mesmo nos itens considerados mais básicos na obra estrutural.

Outra atitude indispensável para o engenheiro estrutural é nunca deixar de visitar os canteiros de obras e verificar a execução de tudo o que foi previsto no projeto. Garantindo, assim, que tudo tenha sido executado conforme a maneira planejada.

5- Estabeleça seus planos, metas e uma rotina para cumpri-los

Para obter sucesso profissional em qualquer carreira, é preciso ter metas claras e estabelecer planos bem definidos para cumpri-las.

Para um engenheiro estrutural, essa lógica pode ser ainda mais precisa – já que trata-se de uma área que exige pragmatismo, intensa qualificação e, principalmente, comprometimento para garantir a excelência em cada projeto.

Atingir objetivos ambiciosos em um mercado tão competitivo exige uma boa produtividade, excelente capacidade de concentração e muito foco. Essas são características que só podem ser adquiridas por quem tem uma rotina bem estabelecida.

É preciso, claro, ter em mente que uma rotina não é sinônimo de inércia, mas sim de um padrão de planejamento capaz de relacionar os interesses das suas atividades diárias com as suas metas de longo prazo!

Preze sempre por um bom ambiente de trabalho: sem abrir mão da organização, de uma equipe bem qualificada e engajada, de dados confiáveis e de uma relação transparente entre os envolvidos.

E você, já conhecia todas as características que formam um engenheiro estrutural de sucesso? Ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão sobre o assunto abordado? Então, deixe o seu comentário e contribua com a discussão!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *