A importância do controle do acesso a obras durante a pandemia

Pilar da economia brasileira, a construção civil segue atuando durante a epidemia, tomando todas as precauções como a adoção de medidas de turnos entre equipes, distanciamento social, home office do setor administrativo. 

Segundo o Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), 88% das obras no país seguem e um dos grandes desafios das construtoras é garantir a segurança dos colaboradores nesse período. 

Mais do que nunca, ter controle sobre os acessos ao canteiro de obras e registros atualizados sobre a distribuição de equipamentos de segurança durante a pandemia é um fator preponderante para evitar a suspensão dos serviços.

Neste cenário, a digitalização de processos é um diferencial que mantém o ritmo de trabalho sem alterações e com os devidos cuidados. 

Ter controle em tempo real sobre os acessos ao canteiro de obras não só traz mais segurança à rotina da empresa como tem sido uma medida essencial para a preservação da saúde dos profissionais que atuam no segmento. 

Portal do Fornecedor: mais segurança no controle de acesso

Um levantamento realizado na plataforma de mobilidade para gestão do canteiro de obras Mobuss Construção apontou que durante a pandemia o Portal do Fornecedor é uma das três funcionalidades mais utilizadas pelas construtoras do país que utilizam a solução. Isso porque ele permite ao empreiteiro entregar os documentos necessários no formato digital, tanto da empreiteira quanto dos seus colaboradores.

Os empreiteiros podem entregar a documentação digitalmente – tanto a inicial quanto a periódica – dando agilidade ao processo de gestão de fornecedores da construtora, evitando assim processos manuais de controle e digitalização. 

Atualmente, em tempos de pandemia, manter o distanciamento social (quando possível) sem prejudicar a operação já é muito bom. Quando uma construtora opta em utilizar o Portal de Fornecedores, ela aumenta a produtividade, pois melhora efetivamente a performance do processo.

Com o controle de acesso integrado à documentação, o cenário é de maior segurança e controle. Esta solução adotada pelas construtoras visa garantir efetivamente que aqueles que entram na obra estão com a documentação em dia. 

Além da documentação, é possível barrar o acesso de colaboradores sem treinamentos ou EPIs obrigatórios em dia. E toda a informação fica disponível num painel por obra, dando a devida transparência do processo para todos os interessados.

Se a digitalização já era uma frente que vinha crescendo no setor da construção, a pandemia sem dúvidas de tornou um acelerador da digitalização no canteiro de obras. A experiência de quem agora passa a digitalizar processos por força maior vai deixar claro quão fundamental é a tecnologia dentro deste setor, para que ele possa seguir crescendo.

*Silvio Etges é gerente de produtos da Teclógica, empresa que desenvolve o Mobuss Construção, um software de mobilidade para gerenciar os processos construtivos, que proporciona mais controle nas obras, agilidade na interação entre os envolvidos durante todo o processo, redução de desperdício, retrabalho e aumento da rentabilidade das empresas do setor de construção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *