O que toda construtora precisa entender sobre o Alvará de Construção

Para dar início às etapas construtivas de uma obra, primeiro deve-se realizar os processos legais que autorizam o projeto. É preciso garantir junto à prefeitura o licenciamento da obra, o que inclui a obtenção do alvará de construção.

Cada cidade possui suas próprias leis e procedimentos que devem ser seguidos para que a construtora possa iniciar uma obra. Quando essas etapas são negligenciadas – ou mesmo ignoradas – pode haver multas, embargo ou até demolição daquilo que foi construído sem permissão legal.

Geralmente, todas as obrigações e exigências que devem ser cumpridas estão listadas no Código de Obras da cidade. Assim, todo o processo se torna mais prático e claro.

No entanto, certas etapas são as mesmas, independente do local onde a construção será realizada. É o caso da solicitação de ligação de água e luz temporária e da obtenção do alvará de construção, por exemplo. Afinal, não há como montar um canteiro de obras ou começar qualquer trabalho sem que haja esses serviços básicos primeiro.

Como obter o Alvará de Construção?

Como cada município possui leis distintas e liberdade para exigir diferentes documentos obrigatórios na emissão do alvará de construção, o ideal é buscar pelo departamento da prefeitura responsável. Pode ser a subprefeitura, secretaria regional, secretaria de habitação, departamento de planejamento, departamento de engenharia ou arquitetura etc.

Se a construtora possui obras em diferentes cidades ou estados, é necessário entender os procedimentos necessários em cada local e segui-los à risca. O que vale para uma cidade não é, provavelmente, o mesmo que se aplica em outra.

Mas existem alguns documentos que costumam ser exigidos com mais frequência em todas as regiões do Brasil. São eles:

  • O último carnê do IPTU;
  • A escritura do terreno;
  • O CPF e RG do proprietário;
  • O CNPJ da construtora;
  • Os projetos;
  • O memorial descritivo;
  • A ART ou RRT do responsável técnico.

Não há um padrão de quais projetos serão exigidos pelo município. Porém, é comum que apenas o projeto arquitetônico e o estrutural sejam requisitados. Mas há casos em que é necessário apresentar os projetos complementares, como o elétrico e o hidrossanitário.

O proprietário do terreno ou imóvel e o responsável técnico pela execução deverão assinar o alvará de construção. Por isso, é melhor que eles façam o pedido de emissão fisicamente e juntos, portando todos documentos necessários.

Você têm dificuldades para fazer a gestão de documentos?

Entenda os valores para obtenção do Alvará 

Não há um custo padrão para todas as cidades do Brasil. Cada prefeitura pode fixar o seu valor para a emissão do alvará de construção. Há municípios que não cobram e outros que cobram altas quantias. Por isso, é importante se informar com o departamento responsável.

Em alguns locais, há a possibilidade de obter isenção das taxas. Nesse caso, a prefeitura abre mão do recolhimento e o alvará é emitido sem qualquer tipo de custo. Isso ocorre em situações previstas por lei, como quando a obra está situada em uma região de baixa renda. 

A emissão do alvará pode ser dispensada nos casos em que não há a necessidade de emiti-lo. É o que acontece em pequenas reformas, quando não existe a alteração da área construída e nem mudanças estruturais no imóvel. 

É importante, porém, sempre consultar o departamento responsável e entender se a obra necessita de um alvará de construção – ou não.

Qual é o prazo de validade do Alvará?

O alvará de construção é um documento que apresenta prazo de validade especificado já na hora da emissão. É preciso ficar atento a ele durante a obra, pois imprevistos podem acontecer, fazendo com que a construção leve mais tempo do que o planejado.

Nos casos em que o prazo de validade expira antes da obra ser  concluída, o responsável técnico e o proprietário devem solicitar a renovação do alvará de construção à prefeitura.

 importante que você nunca comece uma obra sem antes ter o alvará de construção, já que isso é um crime e torna a execução ilegal. Portanto, além de ser uma permissão para construir, o alvará é um resguardo que atesta a sua conformidade.

Se uma obra em andamento não tem alvará de construção, a construtora sofre penalidades, como multas. Além disso, assume responsabilidade civil e criminal caso algum acidente ocorra no terreno. 

Todos os procedimentos necessários para conseguir o licenciamento da obra tem como finalidade manter a transparência entre a construtora, os clientes e os órgãos públicos. O objetivo é atestar a conformidade com as leis e resguardar a obra, no caso de fiscalizações.

Agora, você já sabe a importância de obter um alvará de construção antes do início de uma obra. Ficou alguma dúvida? Comente aqui embaixo e acompanhe as postagens no blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *