Como a Rôgga aumentou a satisfação dos clientes com o Módulo de Assistência Técnica

Na indústria da construção, a satisfação dos clientes após a entrega da obra é fator decisivo para definir a credibilidade da construtora no mercado. Por isso, é essencial que a área de assistência técnica utilize as ferramentas adequadas para garantir o sucesso total do empreendimento.

Neste sentido, a Construtora e Incorporadora Rôgga, através de sua experiência de mercado, buscou por meio da inovação otimizar as etapas de entrega e pós-entrega de seus empreendimentos, estratificando melhor os problemas detectados.

E foi através da adesão ao Módulo de Assistência Técnica do Mobuss Construção, que a construtora Rôgga alcançou uma série de mudanças positivas, gerando melhoria na produtividade e no tempo de atendimento aos clientes.

Diante dos desafios da assistência técnica na construção civil, a utilização da solução – que se tornou uma aliada da companhia – trouxe vários benefícios permitidos pela mobilidade:

  • Maior visibilidade do cliente
  • Maior controle dos problemas
  • Registros fotográficos
  • Maior atuação nas obras
  • Menos patologias e recorrências de chamado
  • Satisfação dos clientes

Esses benefícios mudaram o setor de assistência técnica da empresa, que hoje considera ter aperfeiçoado o seu atendimento em questão de agilidade e, automaticamente, otimização de tempo para as partes envolvidas.

“Conseguimos atender os clientes com horário e agenda marcada previamente. Isto trouxe um ganho de satisfação no tempo de atendimento final, onde clientes elogiam a utilização do tablet na formalização dos chamados”, destaca a coordenadora do setor de assistência técnica da construtora, Carolina Lima.

A Rôgga verificou ganhos de produtividade e satisfação dos clientes, já que a ferramenta permite verificar a situação de cada empreendimento em tempo real, atuando de forma efetiva e até mesmo antecipada em relação aos problemas identificados.

Os resultados mensurados com o uso da solução são expressivos. “Hoje, 90% dos clientes são atendidos em 7 dias úteis após a abertura do chamado na central de atendimento”, enfatiza Carolina.

Veja no vídeo abaixo o que representou para a empresa o investimento com o Mobuss Construção – ferramenta desenvolvida pela Teclógica.


A qualidade está atrelada aos serviços como um todo, dentre eles questões de relacionamento são primordiais, como aprimorar atendimento, controlar reclamações, retroalimentar o sistema de produção e apropriar custos de problemas patológicos, entre outras funções de assistência técnica.

Para tanto, nada melhor do que contar com uma ferramenta móvel para enviar, classificar, documentar solicitações e agilizar necessidades garantindo a eficiência do gerenciamento das solicitações.

Conheça outros cases aqui e veja como os módulos do Mobuss Construção auxiliam as empresas a aumentar a satisfação dos clientes.

Dúvidas? Deixe seu comentário!

2 Comentários


  1. Em janeiro de 2018 , eu peguei as chaves de um germinado , depois q entrei morar q percebi q o banheiro não tem caimento algum da água , e agora começou a infiltrações na cozinha , devido a água parada no box , qual o tempo q o construtor tem pra me dar assistência sem me cobrar por isso .
    Desde já agradeço

    Responder

    1. Olá Jucimara,

      Agradecemos pelo contato. Você possui o manual do proprietário? Geralmente, as construtoras também entregam um manual do proprietário junto com as chaves, detalhando normas específicas do empreendimento e informações sobre o projeto, enfatizando vistorias e manutenção, além de eventuais garantias adicionais.
      Segundo o Código de Defesa do Consumidor, as chamadas falhas aparentes ou de fácil constatação que não comprometem as condições de habitação devem ser apontadas em 90 dias a partir da compra. Mas isso só é válido no caso de imóvel novo adquirido diretamente da construtora.
      Porém especialistas em Direito Imobiliário afirmam que a responsabilidade do construtor pode ir além da garantia prevista no Código Civil, e não necessariamente perde validade após os cinco anos da emissão do Habite-se.
      Portanto sugiro que procure um advogado que poderá orientar melhor sobre a sua situação junto a construtora.

      Continuamos à disposição.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *