Aumente a produtividade acabando com a sobrecarga de informações no canteiro de obras

A indústria da construção civil experimentou um período de forte crescimento entre 2007 e 2012, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) o setor aumentou a produtividade na construção civil numa “velocidade chinesa”, aumentando quase o dobro do PIB.  

A importância dessa indústria para a economia nacional é impressionante. De acordo com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção, ela tem uma participação de 5,6% do total de salários pagos a trabalhadores, ocupa 9% da mão de obra e representa 19% do PIB brasileiro. E, justamente em função de sua força, a consultoria EY, antiga Ernst & Young, promoveu um estudo a fim de auxiliar empresários da área a adaptarem-se ao novo cenário do país. Nesse estudo, a empresa  inglesa, relaciona diversos dados que indicam que o problema enfrentado por diversas construtoras, a baixa produtividade na construção civil, cujas consequências assumem características diversas.

Ao longo do documento, divulgado recentemente, a EY aconselha as empresas do setor a aproveitarem esse momento de virada para atacar o problema da produtividade na construção civil. Aumentar a produção e melhorá-la, mantendo a mesma quantidade de capital investido, é o movimento fundamental para gerar mais valor em toda a cadeia, cujo efeito será benéfico tanto para os negócios, aumentando a competitividade e garantindo a sustentabilidade, quanto para toda a economia brasileira, cujos indicadores de produtividade na construção civil destacam-se negativamente quando comparados aos seus vizinhos do Conesul, como revelam as tabelas abaixo:

produtividade na construção civil produtividade na construção civil

Tecnologia da informação é a solução para aumentar produtividade na construção civil

Realizado por pesquisadores do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) e por profissionais da própria EY, o estudo vai além. Investiga o problema da produtividade na indústria, mas também sugere soluções. O ponto em comum dentre as várias formas de mitigar o problema listados no documento são ações para aperfeiçoar a gestão da informação.

Conferir à informação a importância devida é fundamental para aumentar eficiência no canteiro de obras. Afinal, ela é matéria-prima para a produção e organização de documentos, execução de tarefas e geração de conhecimento. Ou seja, o tratamento dado ao fluxo de informações entre todos os times envolvidos em uma obra é um dos pontos críticos para o aumento da produtividade na construção civil e, portanto, para aproveitar melhor o cenário atual garantindo o sucesso de um empreendimento.

É fato que um canteiro de obras pode se tornar problemático, caso faltem informações para elaboração de documentos técnicos do projeto, ou ainda se um volume imenso de informações circula entre os membros do projeto sem que haja controle sobre sua precisão e relevância.

Nos dois cenários, decisões podem ser tomadas equivocadamente, gerando perdas, como por exemplo, retrabalho, desalinhamento entre projeto contratado e executado, considerações inadequadas ou insuficientes das necessidades do incorporador ou desenvolvimento de estudos financeiramente imprecisos. Tudo isso acaba produzindo uma queda na produtividade das equipes e influenciando o trabalho em campo..

Para impedir que tudo isso ocorra, o desenvolvimento de tecnologias apresentam inovações importantes para a gestão do canteiro de obras. Não é mais aconselhável utilizar apenas meios tradicionais, por meio dos quais os gestores não detêm o controle necessário da comunicação e circulação de informações entre os times que atuam em um projeto.

O surgimento de sistemas para a gestão de obras, como o Mobuss Construção, permitem que dados se convertam em valiosas informações que dão conta de facilitar o controle dos agentes sobre o fluxo de informações em uma obra e tomar melhores decisões. Isso é muito importante, pois informações são relativas e dependem da capacidade de interpretação de quem as recebe.

Sistemas possibilitam a compilação de dados de forma integrada e confiável, garantem que todos compartilhem da mesma informação, a tomada de decisão tende a ser mais precisa. Solucionado o problema da precisão, os gestores podem se preocupar com a conveniência da informação e, então, de fato, garantir o aumento da produtividade na construção civil.

Sobrecarga de informações no canteiro de obras

A execução de um projeto de pequeno porte, por exemplo, a construção de casas, adotando um processo simples pode gerar centenas de documentos diferentes, de origens distintas e linguagens particulares, documentos referentes aos sistemas hidráulico, elétrico e hidrossanitário, solicitações de informações, desenhos CAD, memorandos, fotos, especificações, orçamentos, layout de canteiros, atas de reunião, memoriais descritivos, entre tantos outros. Em uma obra de maior porte o número pode chegar a milhares de documentos. E a tudo isso somam-se ainda normas técnicas, legislação e outros documentos externos.

Essa quantidade enorme de informação é suficiente para asfixiar um profissional. Por exemplo, um engenheiro responsável pode perder horas buscando um memorial debruçado sobre um grande volume de informações que não lhe são úteis. Sobrepondo diversos indivíduos com acesso a mais informações do que conseguem absorver, o cenário se tornar crítico e a sobrecarga de informação no canteiro de obras pode gerar inúmeros problemas para o empreendimento e para o pessoal alocado, estresse, frustração e cansaço são alguns dos efeitos negativos sobre a tomada de decisão que todos os profissionais podem enfrentar.

A gestão eletrônica de documentos é a solução mais adequada para evitar tudo isso e, atualmente, já há soluções que garantem o acesso ao banco de dados por meio de dispositivos móveis.

Vantagens oferecidas por um software de gestão de documentos

Conheça a seguir 4 vantagens da adoção de um software para acabar com a sobrecarga de informação no canteiro de obras:

Documentos atualizados

O profissional busca a versão mais atualizada do documento e encontra, sem erro, sem dúvida, sem arquivo duplicado dentro de uma pasta do sistema operacional, reduzindo margem para erro e tornando o canteiro de obras mais produtivo.

Revisão de documentação

Ao cadastrar um novo documento, o usuário cadastrado na ferramenta pode planejar revisões futuras, indicando a data esperada para entrega de uma nova versão da informação.

Arquivamento

Todo documento é armazenado para acesso quando for necessário. O arquivamento de documentos pode ser feito por meio de arquivos digitais ou mesmo pela digitalização de documentos em papel. Há ainda a possibilidade de classificar esses arquivos, indicando para os usuários as características principais daquele documento.

Localização com agilidade

O correto armazenamento de um documento permite que ele chegue a quem precisa chegar quando é buscado. A interface otimizada para buscas ajuda o usuário na localização de um documento.

Além de tudo isso, uma correta gestão de documentos eletrônicos permite a obtenção com facilidade de certificações de qualidade, como o ISO, pois garante que a documentação auditada esteja sempre a vista e atualizada.

Este conteúdo ajudou você a entender como acabar com a sobrecarga de informação no canteiro de obras e como isso pode aumentar a produtividade na construção civil? Comente e nos ajude a levar mais informações de qualidade até você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *