Mobilidade e cumprimento das normas em reformas de edifícios

NBR 16.280: como a tecnologia móvel pode te ajudar no cumprimento das normas de reformas em edifícios

A nova norma da ABNT 16.280, ou NBR 16.280, que entrou em vigor a partir de abril de 2014, foi criada para regulamentar a execução e custos de obra de reforma tanto nas fachadas ou áreas comuns como também nos interiores dos imóveis de todos os tipos – antigos, novos, públicos, comerciais, empresariais, residenciais etc.

O objetivo é melhorar a segurança e a durabilidade das obras no país, bem como, regulamentar o setor.

O conjunto de regras da NBR 16.280 abrange as responsabilidades, visto que agora qualquer reforma deverá ter a análise e assinatura de um arquiteto ou engenheiro, fazendo-se necessário obtenção da Anotação de Responsabilidades Técnicas (ART), no caso do engenheiro, ou, no caso do arquiteto, um Registro de Responsabilidade Técnica (RRT) com cronograma, além dos detalhes do que será feito durante a obra de reforma. Para os condomínios, cabe o síndico a autorização da realização da reforma.

A adequação à NBR 16.280, como toda nova regulamentação, será um desafio para os gestores de obras de reforma.

Como a tecnologia mobile pode auxiliar no cumprimento da NBR 16.280?
Soluções de gestão de construção, como o Mobuss, que pode ser operado por dispositivos móveis, como smartphones e tablets, podem auxiliar tanto os gestores quanto outros profissionais envolvidos em obras, agilizando as informações que devem constar nos cronogramas, além de melhorar a qualidade do serviço e facilitar a administração.

No caso dos condomínios, como os síndicos são os responsáveis por prestar contas aos órgãos públicos, eles se transformam automaticamente em fiscais. Assim, cabe a eles cobrar dos engenheiros tanto a documentação e planejamento, quanto a qualidade dos serviços, que devem estar documentados para possíveis averiguações. Neste sentido, uma solução baseada em tecnologia móvel pode facilitar o trabalho da equipe de assistência técnica ao conseguirem consultar com rapidez as informações para demonstrações do decorrer das obras.

A emissão de relatórios detalhados, com apontamentos do serviço em andamento ou ao final, também é uma comodidade. Como a solução pode ser acessada remotamente, não é preciso esperar que o pessoal do escritório da construtora emita estes relatórios, pois gestores de obra podem acessar as informações online de qualquer lugar.

Outro ponto que facilita o cumprimento da NBR 16.280, é o módulo de Vistoria & Entrega. Com ele é possível acompanhar, em poucos cliques e visualmente, as quatro fases: reforma/construção, inspeção final, vistorias (mostrando na tela o passo a passo do que foi realizado ao cliente ) e entrega. Este módulo também pode ser usado durante o andamento da obra, para tranquilizar ao cliente de que o trabalho está dentro das regras prestabelecidas e em comum acordo com o que pede a NBR.

Uma das grandes preocupações das autoridades e que ajudou na criação da NBR 16.280, foi a segurança dos trabalhadores e patrimonial, também pode ser tratada pelo módulo de Segurança do Mobuss. Com ele, é possível gerenciar de forma automatizada reuniões, EPIs, documentação, exames e treinamentos, documentando tudo de acordo com as exigências legais. O Mobuss também trata de Qualidade, Apontamento e Assistência Técnica.

Conheça agora mesmo o Mobuss Construção. Clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *