4 dicas de gestão do transporte e armazenamento de materiais no canteiro de obras

Encontrar canteiros de obras desorganizados e com insumos armazenados de maneira incorreta é algo muito comum, e que pode gerar desperdícios e perda de produtividade na construção. Por isso, os profissionais da construção civil precisam estar atentos à etapa de transporte e armazenamento de materiais.

Quando negligenciado, esse processo pode afetar a qualidade da construção, já que materiais armazenados incorretamente podem perder suas propriedades e até ficar inutilizáveis. Com isso, é provável que o trabalho fique parado até novos insumos serem comprados, ou que seja necessário refazer o trabalho, gerando mais custos e atrasando o cronograma.

Outro problema que ocorre quando o transporte e armazenamento de materiais é feito incorretamente é a quebra ou avaria, principalmente se tratando de insumos frágeis.  Materiais de acabamento, como pisos, precisam ser movidos e guardados com muito cuidado, já que eles estão mais sujeitos a riscar, manchar e quebrar.

Além disso, algumas vezes os materiais comprados em maior quantidade, como tijolos, acabam chegando no canteiro de obras em momentos diferentes, mas acabam sendo armazenados juntos e sem identificação. Porém, se algum deles apresentar um problema durante a construção, pode ser muito trabalhoso encontrar o lote defeituoso no meio daqueles em conforme.

Por isso, elencamos 4 dicas e recomendações para otimizar e fazer corretamente o transporte e armazenamento de materiais no canteiro de obras. Boa leitura!

4 dicas de gestão do transporte e armazenamento de materiais

1 – Organização e identificação

Como a execução de uma obra envolve o uso de diferentes materiais de construção, é importante que estejam organizados e identificados corretamente. Dessa forma, é mais fácil e rápido encontrar os insumos na hora em que eles forem utilizados, além de o armazenamento ser mais seguro, diminuindo as chances de haver avarias.

Manter os materiais separados por tipo e de acordo com sua finalidade é uma estratégia que pode ser adotada. 

Além disso, existem outras estratégias que podem funcionar melhor, dependendo da obra. Armazenar os materiais de acordo com a sua ordem de utilização, por exemplo, pode ajudar no caso de locais com uma grande quantia de processos diferentes.

Rotular e identificar todos os insumos também é muito importante, assim os funcionários conseguirão encontrá-los facilmente. 

Uma outra boa prática é indicar os materiais frágeis. Isso faz com que os profissionais tomem mais cuidado e atenção na hora de retirá-los e transportá-los.

2 – Locais adequados e de fácil acesso

Uma dica importante para melhorar o transporte e armazenamento de materiais de construção é escolher locais apropriados para os diferentes tipos de materiais.

Isso porque materiais perecíveis, como o cimento, precisam ser armazenados com mais cuidado, longe da umidade e ação das intempéries. Para isso, é importante seguir as indicações dos fabricantes

De maneira geral, todos os materiais devem ser armazenados em um local com as seguintes características:

  • Coberto, 
  • Fresco, 
  • Sem umidade,
  • Com proteção de intempéries. 

Alguns insumos podem ser armazenados ao ar livre, como telhas cerâmicas, por exemplo, desde que estejam cobertos e protegidos. Por isso, é importante conhecer os materiais que serão utilizados e reservar locais específicos e adequados no canteiro de obras.

Além disso, os locais dos depósitos de materiais devem ser de fácil acesso e não muito longe do local onde serão utilizados. Dessa forma, os trabalhadores levarão menos tempo com o seu transporte, aumentando a produtividade da construção e diminuindo as chances de extravios durante a movimentação.

3 – Softwares para gestão de insumos

A tecnologia é uma grande aliada dos profissionais da construção civil. Ela auxilia e melhora a execução de praticamente todas as etapas, incluindo o transporte e armazenamento de materiais. Existem sistemas que disponibilizam recursos pensados especialmente para otimizar a gestão de insumos.

É possível consultar e atualizar, inclusive de maneira remota, a localização e o estoque dos insumos no canteiro de obras. Assim, os profissionais podem informar sempre que um insumo novo chega, quando são retirados do depósito e, inclusive, quando estão acabando. Isso também ajuda quando uma empresa possui várias obras em andamento em diferentes canteiros, pois assim pode facilmente saber em qual deles está determinado equipamento.

Com isso, a segurança também aumenta, já que fica registrado por quem e quando os insumos foram utilizados, diminuindo as chances de furtos e perdas. Além disso, o software também pode mostrar as datas de validade e quando um produto estraga, ajudando os profissionais a identificarem problemas recorrentes, e a analisar se são causados por falhas das marcas ou com o próprio manuseio dos materiais no canteiro.

Isso tudo melhora não só a produtividade na obra, mas também auxilia na tomada de decisões e resolução de problemas. Quando os insumos estão com baixo estoque, os profissionais responsáveis podem se antecipar e sinalizar a compra de novos insumos, evitando que a obra fique parada por falta de materiais.

A mobilidade também é um fator importante para que um software seja eficiente no controle de insumos. Com ela, os profissionais podem adicionar QR codes em equipamentos e materiais, inclusive nos pesados, e utilizar dispositivos móveis para escaneá-los e atualizar no sistema suas localizações.

4 – Fluxo otimizado

Outra dica importante para melhorar o transporte e armazenamento de materiais é planejar o layout do canteiro de obras para otimizar o fluxo dos insumos. Dessa forma o transporte pode ocorrer de maneira fácil e rápida, sem a necessidade de os profissionais percorrerem longos caminhos ou ter que interromper a execução de outros serviços para se movimentarem.

Isso também ajuda a tornar o canteiro mais seguro, pois é garantido que os materiais sejam transportados através de rotas mais curtas e locais menos perigosos, como longe de maquinários pesados, por exemplo. Assim é possível também reduzir as chances de acidentes de trabalho durante a construção.

Utilize nossas dicas e otimize o transporte e armazenamento de materiais!

Os insumos representam uma fatia importante do orçamento de uma obra, além de serem necessários para a realização de qualquer serviço. Por isso, pensar em formas de otimizar o transporte e armazenamento de materiais é uma forma de manter o orçamento e o cronograma da obra, além de melhorar a qualidade da construção.

Ter materiais organizados e identificados, armazenados em locais adequados e que permitam um bom fluxo de transporte, além de utilizar a tecnologia como aliada, são maneiras eficientes de otimizar essa etapa. Assim, a produtividade aumenta e as chances de perdas e extravios diminuem.

Caso você queira saber melhor como fazer um controle eficiente de insumos, confira nosso ebook sobre gerenciamento de obras!

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *