Como controlar os treinamentos obrigatórios dos colaboradores por meio de tecnologias móveis

Os treinamentos e a formação técnica de profissionais da construção civil, somados ao cumprimento dos fatores relacionados à segurança, não podem ser omitidos. São eles que contribuem de maneira efetiva para o controle dos riscos relacionados à profissão.

Os conteúdos ministrados em um programa de capacitação estão associados ao sistema de gestão da qualidade e da segurança do trabalho, que são aplicados em obras com o intuito de garantir a qualidade do empreendimento e minimizar a probabilidade de acidentes na obra.

A seguir, veja como controlar e validar treinamentos no canteiro de obras por meio de tecnologias móveis:

Controle de treinamentos

Nos últimos anos, grande parte das construtoras vem inserindo inúmeros recursos tecnológicos em seus processos visando atender as expectativas do mercado e obter lucros elevados. E com o grande desenvolvimento do setor da construção civil, garantir a qualidade final da construção é essencial para obter vantagens competitivas e ocupar uma posição à frente dos concorrentes.

Mas, para atingir esses objetivos, os gestores precisam, entre várias ações, promover treinamentos específicos. Caso contrário, a desqualificação da mão de obra resultará em baixa produtividade no canteiro, podendo acarretar uma rotatividade constante de colaboradores.

Como referência normativa de capacitação, temos a ISO 10015:2001, que descreve tanto o ciclo de treinamento quanto as atividades de apoio que os gestores podem elaborar para garantir o êxito do programa. Nesse ciclo, devem ser ofertados o apoio antes, durante e depois do treinamento.

Para construtoras de pequeno porte, esses processos são relativamente fáceis de serem realizados. Mas para empresas maiores, que contam com inúmeras equipes em operação, torna-se necessária a adoção de uma tecnologia móvel para auxiliar no controle e na validação dessas capacitações. Com ela, é possível programar, apoiar e avaliar todas as etapas do processo.

Após a definição do roteiro, as gestores podem utilizar os calendários, que exibem automaticamente as necessidades de treinamento pendentes em um respectivo período, seja por colaborador ou equipe específica. Com o uso de agendas, é possível visualizar a carga total alocada e identificar eventuais conflitos, o que facilita as tomadas de decisão. Há também os mecanismos de assinatura eletrônica, registro fotográfico e leitor de códigos, que comprovam a participação dos colaboradores em eventos.

Monitoramento da segurança

A gestão de funcionários é uma das missões mais difíceis de uma construtora, pois requer empenho e cautela para garantir a sua segurança.

Além de oferecer suporte aos treinamentos, os softwares móveis também promovem um acompanhamento efetivo de outras questões de segurança, como reuniões, uso de EPIs, exames e documentações obrigatórias.

Sem esse controle, o operário estará exposto a inúmeros riscos, que podem causar danos à sua saúde e, consequentemente, possíveis processos trabalhistas e multas para a construtora.

Verificação de eficácia

Depois de elaborar o cronograma de treinamento e ministrá-lo, é necessário avaliar os resultados gerados. Esse processo pode ser otimizado por um sistema de gestão, uma vez que essa tecnologia permite organizar e monitorar os indicadores de desempenho da empresa.

Com isso, descobrem-se os reais efeitos e benefícios do investimento realizado, tanto de tempo como de recursos financeiros. Eles podem ser analisados a curto e longo prazo, em diversos aspectos que podem ser escolhidos e priorizados por cada construtora. Assim, a tecnologia móvel possibilita a visualização dos resultados de maneira rápida e objetiva.

Você assegura o aprimoramento contínuo de seus colaboradores com o auxílio de tecnologias móveis? Como o uso da tecnologia gerou benefícios para o controle de treinamentos da sua empresa? Conte para a gente nos comentários!

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *