Melhores práticas para realizar uma auditoria de qualidade

A auditoria interna é um processo indispensável para qualquer empresa que deseja melhorar seus resultados e se tornar mais competitiva. Esse também é um processo muito utilizado por empresas que almejam ou já possuem alguma certificação de qualidade, sendo responsável por identificar que tudo esteja funcionando de maneira adequada.

Para que ela traga resultados relevantes, entretanto, é preciso que a auditoria de qualidade seja feita corretamente. E para te mostrar como são esses procedimentos que garantem seu padrão, listamos no post de hoje algumas informações que você precisa saber. Acompanhe a seguir!

Como a auditoria interna é realizada?

A auditoria interna é normalmente realizada de modo a garantir que a empresa esteja em conformidade com seus objetivos pretendidos. Para isso, utiliza-se uma série de procedimentos técnicos para fazer a conferência de itens indispensáveis à manutenção da qualidade nos processos, e, consequentemente, do produto ou serviço entregue.

Tal análise serve para identificar se está sendo implantado um plano predefinido de redução de desperdícios de insumos de produção, por exemplo, ou se a otimização de determinado processo está sendo feita de maneira correta. É através da auditoria interna periódica que o gestor tem base para tomar ações corretivas, se necessário, e assegurar a consolidação das mudanças estabelecidas.

Além disso, a auditoria interna revisa e avalia também a eficácia e adequação dos controles contábeis; examina se há cumprimento das normas e planos em vigor; sentencia o grau de confiabilidade das informações financeiras e de contabilidade; avalia a qualidade obtida na execução de tarefas de alta responsabilidade; e examina os riscos estratégicos do negócio.

O que deve ser garantido ao auditor interno?

É fundamental que o auditor interno possua duas garantias principais: acesso irrestrito e total autonomia. Assim, ele poderá identificar possíveis problemas que realmente necessitem de atenção, garantindo maior confiabilidade sobre os resultados.

A autonomia é necessária para garantir que o auditor não se sinta pressionado ou coagido. A melhor prática é de que o auditor interno esteja submetido apenas e tão somente à alta administração, não podendo sofrer qualquer tipo de interferência de gerentes e gestores em geral.

Quais os objetivos a serem alcançados com uma auditoria interna?

De maneira geral, os objetivos incluem a identificação de existência de controles de processo, adequação às boas práticas de produção e prestação de serviços em geral, seguimento de diretrizes, regras e normais organizacionais, além de garantir a qualidade em geral dos produtos e dos processos.

Também se objetiva a identificação de oportunidades de melhoria, otimizações em processos e a necessidade de implantação de normas e diretrizes específicas.

Como planejar uma auditoria interna?

Uma auditoria interna deve ser planejada de maneira independente e de modo a contemplar as principais necessidades da empresa, assim como deve garantir que todos os procedimentos sejam conferidos adequadamente. O planejamento normalmente é feito com uma checklist, em que o auditor dispõe de todos os itens que serão conferidos para cada processo.

É preciso que todos os critérios de avaliações sejam definidos antes do início da auditoria e que exista um padrão para que tudo seja avaliado pela mesma ótica.

Como facilitar e otimizar o processo de auditoria interna?

Para otimizar o processo de auditoria interna é preciso fundamentalmente criar uma cultura com esse processo dentro da empresa, pois uma auditoria que acontece de maneira sazonal não trará os resultados adequados. Dessa forma, é preciso que a empresa tenha a consciência de que elas acontecerão de maneira constante.

Também é ideal que essa auditoria seja feita de maneira objetiva para que a confiabilidade dos resultados possa ser satisfatória. Com isso, os fatores a serem analisados devem possuir respostas objetivas, facilmente mensuráveis e que possam ser cruzadas de maneira adequada.

Outro modo de otimizar a auditoria é utilizando softwares específicos que realizam a compilação do dados da obra, garantindo confiabilidade e facilidade no acesso das informações, garantindo que todos os resultados possam ser analisados de maneira digital e a qualquer momento.

Qual o melhor horário para realizar uma auditoria interna?

De maneira geral, o melhor horário para realizar uma auditoria interna é quando esse procedimento não atrapalhe a produtividade da empresa. Se o horário de funcionamento possui maior volume durante o começo do expediente, por exemplo, esse pode não ser o melhor horário para a auditoria, já que ocorrerão interrupções no processo.

Com isso, o melhor horário deve ser aquele em que a auditoria provocará a menor alteração possível nos processos, mas ainda assim será capaz de coletar dados fidedignos e que realmente representem a situação do processo e da empresa em geral.

As melhores práticas para uma auditoria de qualidade incluem realizar os procedimentos corretos, garantir autonomia e acesso ao auditor, conhecer e definir os objetivos da auditoria, planejá-la adequadamente, além de garantir que ela seja feita de maneira otimizada e no momento correto. Para conseguir melhores resultados com sua auditoria, não deixe de entrar em contato com a Teclógica  e conhecer mais sobre o Mobuss Construção!

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *