Tudo sobre construção civil: um guia para sua obra

A construção civil é um dos setores mais importantes para a economia do país. Desde a promoção do bem-estar das pessoas por meio de moradias e edificações até o desenvolvimento das cidades através da infraestrutura urbana, o setor é responsável por movimentar o Produto Interno Bruto (PIB), empregar a força trabalhista e também estimular o setor econômico.


Está sem tempo para ler? Aperte o play abaixo e ouça o artigo Tudo sobre construção civil em áudio!


Não é à toa que os dados mostram: os empresários estão confiantes em relação ao nível de atividade e à novos empreendimentos e serviços nesse segmento. Segundo a Sondagem da Indústria da Construção, o índice de intenção de investimento registrou um ápice de 2,3 pontos entre outubro e dezembro de 2018.

Além disso, o estudo revelou que a taxa de Confiança do Empresário da Construção está em 9,3 pontos acima da média histórica, o que demonstra que estas expectativas para o crescimento do setor são positivas.

Pensando nesse cenário, este guia tem o intuito de explanar tudo sobre construção civil, para que você planeje as etapas mais importantes da sua obra. Nesse sentido, falaremos sobre à fase inicial de qualquer projeto – o planejamento -, detalhando os métodos e padrões que simplificam o fluxo dos processos.

Por isso, veja, neste artigo, cada uma das etapas de um projeto de construção civil para obter mais segurança e qualidade em suas obras!

As etapas de um projeto de construção civil

Cronograma

Não é raro as construtoras passarem por uma série de imprevistos durante a obra. Por isso, o cronograma é tão importante. Ele possibilita uma ampla visão e, consequentemente, evita contratempos e atrasos na construção civil, controla o financeiro, programa as compras e contribui para a melhor gestão da mão de obra.

Para criar o cronograma, é preciso seguir alguns passos:

  1.  Defina todas as atividades que são necessárias para realizar a obra, fazendo o desdobramento de cada etapa. Assim, tenha em mente o escopo do projeto e o orçamento.
  2. Faça o sequenciamento das atividades, determinando a dependência entre elas. Tenha cuidado com sobreposição e serviços simultâneos num mesmo ambiente.
  3.  Em seguida, estime a duração de cada ação listada. Para isso, faça estimativas análogas às de obras semelhantes, até mesmo por parâmetros, ou peça, ainda, a opinião especializada de engenheiros. Ao estabelecer os prazos, considere a possibilidade de limitações, como verba, quantidade de mão de obra, condições climáticas etc.
  4.  Por fim, organize os dados para obter o cronograma inicial, que servirá de referência para o projeto. Acompanhe-o e faça atualizações periódicas, conforme o andamento da obra.

Projeto

Durante a criação de um projeto de engenharia civil, é necessário evidenciar os objetivos, as expectativas da obra e, principalmente, definir o orçamento e a equipe. Além de observar como o planejamento é feito, já que cada projeto requer estudo profissional, considerando os empecilhos que podem surgir.

Dentre os empecilhos mais comuns estão as ações climáticas, dificuldades encontradas no terreno – afinal podem apresentar superfície acidentada e com variações de tipos de solo – e informalidade da mão de obra – que se tornou um problema constante.

Ao longo do estudo do projeto, diversas soluções e alternativas de construção civil devem ser apresentadas. Estas devem ser avaliadas para o resultado final, já que visam favorecer o andamento e, principalmente, a qualidade da obra, dando início à programação esperada.

ART

A Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) é um documento que garante os direitos autorais do idealizador do projeto. Também estabelece a responsabilidade e a remuneração dos profissionais envolvidos na obra de construção civil. A ART é ainda utilizada para fins de aposentadoria do projetista e/ou engenheiro e ainda deve ser registrada no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

Logística

Nesta etapa, a gestão deve cuidar da organização de recursos, materiais, equipamentos e, particularmente na construção civil, das instalações e obras, que são temporárias e variam conforme o andamento. Para o planejamento logístico, considere fatores como:

  • Tipologia e localização;
  • Construções vizinhas;
  • Vias de acesso e leis sobre tráfego;
  • Materiais e serviços;
  • Nível de especialização dos colaboradores.

Para o canteiro de obras, planeje também o transporte vertical e horizontal de materiais, a fim de melhorar a produtividade e evitar perdas.

Mão de obra

A mão de obra deve ser criteriosamente pensada ao elaborar o projeto de construção civil, visto que pode ser decisiva quanto aos fatores de produtividade e qualidade. Nesse sentido, é essencial que haja profissionais qualificados para garantir os níveis de excelência, realizando sempre os devidos apontamentos.

Segurança

Outra etapa vital é a segurança no trabalho. O planejamento de atividades e orientações em prol da prevenção de acidentes e doenças laborais são cruciais para proteger a saúde e o bem-estar dos trabalhadores.

As Normas Regulamentadoras – como a NR 4, NR 18 e NR 35 – são importantes diretrizes que ajudam as construtoras a implementar medidas de segurança e prevenção. Trabalhos na indústria da construção civil e atividades de canteiros de obras são muito suscetíveis a acidentes e, portanto, este é um aspecto que não pode faltar na elaboração do seu projeto.

Gestão de Estoque

Para evitar imprevistos, é importante que haja materiais estocados nos canteiros de obras. Assim, o local e as condições de armazenagem devem ser adequados aos diferentes tipos. A gestão de estoque precisa estar atenta ao andamento e alinhada com o setor de compras e suprimentos, tendo conhecimento da quantidade e data de entrega nos canteiros.

Tudo isso é essencial para manter o fluxo de trabalho, evitar perdas de recursos e reduzir custos com deslocamentos de materiais – ou, até mesmo, com a sua deterioração.

Fornecedores

Uma etapa que não pode ser negligenciada é o relacionamento com os fornecedores, que devem ser considerados para além da contratação de serviços ou materiais. Visto que eles têm impacto direto no orçamento e nos resultados finais da obra.

Eles são parte importante num projeto de construção civil e, por isso, devem ser pensados como parceria estratégica e fundamental à melhoria dos processos, obtenção e ganho de benefícios para ambas as partes.

Normas e regularização

Outra etapa importante do projeto são os licenciamentos da obra, que envolvem diversas liberações e permissões. Além de documentos que devem ser elaborados com pesquisas técnicas, mapas de medição e custos do orçamento do projeto. Portanto, fique atento às regularizações necessárias e à devida documentação legal.

Visita ao canteiro de obras

Sustentabilidade na construção civil

A sustentabilidade tem sido um critério para os canteiros de obras, já que todo projeto gera resíduos de quantidade elevada, prejudicando o meio ambiente. Sendo assim, os clientes vêm optando pelas empresas que apresentem novas soluções de redução de impacto e, principalmente, de desperdício de inúmeros materiais utilizados.

Durante a visita ao canteiro de obras, é necessário estar atento a estes critérios, devendo manter o padrão de sustentabilidade exigido pela empresa ou pelo cliente e garantindo que as etapas acompanhem o planejamento.

Apesar de ser possível estimar uma quantidade de resíduos gerada, o é ideal considerar as formas mais eficazes de aproveitamento do material e o descarte ecológico. O impacto social que o setor de construção civil proporciona tem como foco criar novas e melhores condições para os locais, podendo contribuir com a economia e ainda com a qualidade de vida.

Para avaliar estes critérios ecológicos, é preciso que o profissional possua em seu relatório os itens a serem observados, bastando obter as informações com frequência e garantindo a atualização das mesmas.

Tecnologia na construção civil

Ao lado do desenvolvimento sustentável, também é fundamental atentar-se para o fato de que as empresas vêm se adaptando cada vez mais aos novos fluxos de trabalho. Esses processos envolvem o uso da tecnologia e demais inovações na construção civil.

Uma forma importante de melhorar os processos e garantir um excelente planejamento na indústria da construção é fazendo a análise de dados das tomadas de decisão. Portanto, O uso de softwares, dispositivos móveis, drones, GPS e outros aparatos tecnológicos é bastante útil para gerar insights ao setor, a partir dos milhares de dados coletados.

Nesse sentido, pesquisas mostram que 42,4% das pessoas consideram importante o desenvolvimento mobile, revelando que o uso de dispositivos cresce no setor.

O estudo também mostra que os aplicativos fazem a diferença no fluxo de trabalho de um projeto de construção civil. As construtoras estão usando cada vez mais opções, por exemplo, de gerenciamento e planejamento. A fim de manter as informações e a comunicação mais integradas, facilitando a vida de todos os envolvidos.

Isso mostra quão importante é a mobilidade para um fluxo de trabalho eficiente e otimizado no campo da construção civil, por ser um recurso que permite acesso a dados, a qualquer hora e lugar.

Você gostou deste post? Então, leia outros em nosso blog e entenda mais sobre construção civil.

7 Comentários


    1. Marcos, que bom que nosso texto foi útil para você. Continue acompanhando o blog do Mobuss Construção! Abraço.

      Responder

  1. Gostei do texto, simples mas bem detalhado fácil de entender as etapas de uma obra para quem está entrando no ramo da construção civil.

    Responder

    1. Olá Wagner, que bom que teve essa percepção do texto e esperamos que ele possa ajudar quem esta começando no ramo da construção. Abraço!

      Responder

  2. Muito bom seu artigo, concordo plenamente com você e a gestão de estoque é o que ajuda tanto na agilidade da obra quanto em questões econômicas.
    Parabéns

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acesse nossos materiais educativos sobre construção